Os incêndios de Monchique foram provocados pelas Autoridades Nacionais com o patrocínio da Fundação Calouste Gulbenkian, Portucel, Navigator, Universidade de Lisboa e MIT-Portugal! Objectivo: Expropriar as populações autóctones para benefício dos grandes Grupos Empresariais e do Alojamento Local que é uma Arma de Destruição Nacional!

Fonte. O título desta publicação já diz tudo o que queria dizer! Reparem bem no que eles estão a fazer:

Os incêndios estão relacionados com o Alojamento Local. O Alojamento Local é uma arma de destruição nacional que tem como objectivo expropriar as populações autóctones e retirá-las das zonas históricas e antigas de Portugal para construir novos edifícios com arquitecturas cúbicas e materiais condutores de radiação electromagnética para as tele-comunicações e o 5G, e arrendar ou vender essas casas a preços elevados a assassinos económicos disfarçados de turistas e investidores estrangeiros, destruindo a identidade de Portugal!

Eles querem privatizar as zonas de habitação, registando a patente das próprias cidades e aldeias como sendo uma reserva natural exclusiva com um marca registada,  para que essas terras sejam propriedade de grupos privados e para que ninguém possa aceder a essas cidades e aldeias sem estar registado, identificado, monitorizado, controlado com dispositivos electrónicos ligados à Smart Grid, IoT, Internet of Things! Smart Cities!

Eles já começaram a fazer isso com a Rede das Aldeias do Xisto, que é um projeto de desenvolvimento sustentável (agenda 2030), de âmbito regional, liderado pela ADXTUR- Agência para o Desenvolvimento Turístico das Aldeias do Xisto, em parceria com 19 Municípios da Região Centro e com mais de 100 operadores privados que atuam no território. – Fonte

“No fundo, esta central de reservas exclusiva está integralmente comprometida com a estratégia de desenvolvimento deste território que a marca Aldeias do Xisto tem vindo a seguir”, acrescenta.” – Fonte

Eles querem privatizar as cidades e aldeias de Portugal e ligá-las todas à internet! Smart Villages! Reparem na palavra usada, marca! Eles querem patentear as aldeias, vilas e cidades, registá-las como marca, e controlar o acesso a elas com dispositivos electrónicos e biométricos como os telemóveis e as pulseiras electrónicas (programa estou aqui da PSP é condicionamento mental para levar as pessoas a aceitar isso gradualmente), é a agenda do desenvolvimento sustentável e transhumanista, agenda 2030, que pretende transformar Portugal numa instância turística para as elites! Eles estão a reconstruir uma Atlântida cibernética!

Aqui estão algumas das principais bestas! Onde está o wally? Os Turismo-Terroristas, os fanáticos do BTT e das startups tecnológicas que já me metem nojo, principalmente a manada dos BTT que deixam as mulheres em casa a lavar a merda que eles fazem, enquanto esses acéfalos saem com os “amigos” clones todos depilados e armados em ciclistas profissionais e que acham que as estradas e as ruas são só deles pois é o que querem fazer, privatizá-las e registá-las como uma marca!

E aqui está a besta da ADXTUR com Aveiro mais uma vez em destaque! Aveiro está muito envolvida, nomeadamente a Universidade! Esse gajo Rui Simão foi um dos oradores do TEDx em Aveiro na cidade de Santa Maria da Feira em 2013, o 1º ano do TEDx em Portugal!

Vamos analisar as partes chave desta notícia!

Muitas destas questões dependem da forma como a informação chega às pessoas – se uma pessoa idosa não tem telemóvel, pode a rádio ser uma forma de receber alertas da Protecção Civil? –  antes dos fogos. – tinha que vir esta dos telemóveis… não se podiam esquecer.

Os primeiros passos estão dados e Tessa e Val concordam que o “Aldeia Segura, Pessoas Seguras” é “um muito bom começo”. “Não há muitos países no mundo com um programa nacional como este”, salientama venderem-nos a sua agenda para implementar medidas securitárias para escravizar e acabar com a liberdade das pessoas!

Mas ainda há muito a fazer num país marcado pela construção desordeira e dispersa, onde o acesso a várias aldeias se faz por vias estreias ou a pé – como acontece para chegar à Cerdeira, uma das Aldeias de Xisto bora lá fazer mais estradas com betão e alcatrão!

Resumindo, estas desordeiras, para não dizer outra coisa, querem que as pessoas não vivam isoladas, que as pessoas tenham acessos com betão e alcatrão para as suas casas, querem o controle de árvores, querem as casas limpinhas sem matéria orgânica, querem a madeira bem longe das casas porque a madeira tem carga positiva e neutraliza as radiações electro-magnéticas impossibilitando o uso de armas de energia direccionada, querem todos os desordeiros juntos na mesma sala, querem os idosos com os telemóveis… autênticas assassinas profissionais!

Eles querem cibernizar e tecnocratar as aldeias com projectos smart villages! Eles querem impedir as pessoas de ter contacto com a natureza e isso passa por proibir o uso de fogo e queimadas como sempre se fez em toda a história da humanidade e os incêndios florestais não são provocados com queimadas nem por falta de limpeza florestal, pelo contrário, a limpeza florestal é que potencia a propagação do fogo porque aquilo que serve de combustível ao fogo não é a natureza, é o oxigénio! O fogo usa o oxigénio como um meio de condução para se propagar! O oxigénio é que é o combustível inflamável do fogo, não é a natureza, pelo contrário, a natureza bloqueia e consome o fogo!

A natureza como tem carga eléctrica muito positiva, perde e afasta os electrões que constituem as chamas do fogo, o fogo são radicais livres (electrões desemparelhados) excitados no oxigénio através de uma radiação electromagnética induzida que provoca uma chama no ar pela acção do oxigénio inflamado, excitado! O que queima (oxida) é o oxigénio não é a natureza! E o ar que respiramos não é oxigénio! O ar possui oxigénio para servir de composto condutor de todos os minerais e nutrientes que o ar contém! As pessoas não respiram oxigénio! As pessoas respiram pelo oxigénio os compostos químicos que necessitam para sobreviver! O oxigénio é um meio condutor, não é um elemento!

A natureza serve por isso como uma barreira de protecção impedindo a propagação do fogo num incêndio florestal! Por isso é que nos incêndios os veículos automóveis ficaram todos desfeitos e calcinados mas as árvores e os ramos mesmo ao lado desses veículos ficaram totalmente intactos! A natureza não é combustível de incêndio nenhum! É o oxigénio sem resistência eléctrica e térmica que a natureza possui! A natureza funciona como um íman de polaridades opostas em contacto com o fogo, afasta os electrões e dissipa a temperatura mantendo o fogo controlado! Impedindo dessa forma a sua propagação! A natureza não propaga o fogo, a natureza consome o fogo impedindo a sua propagação! É tudo mentira o que dizem sobre os incêndios!

Dalila Dias – Aldeias Historias de PT

Em 2010 prestou as provas de mestrado em Gestão e Desenvolvimento em Turismo na Universidade de Aveiro com a apresentação de uma tese intitulada “Programação Sectorial, Turismo e Áreas Rurais: Que Abordagem?”. Em 2011 enquadra a Associação “Aldeias Históricas de Portugal” como coordenadora da EEC do PROVERE “Aldeias Históricas de Portugal – Valorização do Património Judaico”

Leonel Duarte – YDreams

Já desenvolveu mais de 700 projetos para clientes em todo o mundo, entre eles a Adidas, Vodafone, Nokia, TMN, Barclays, Coca-Cola, Santander, BBC, JCDecaux, IDEO. A empresa mantém também parcerias com a Microsoft, Siemens, Geodan, Grupo Portucel Soporcel, Sonae Indústria, Corticeira Amorim, entre outros. A YDreams, sediada no Monte da Caparica, tem subsidiárias em Espanha e no Brasil, e co-detém a Audience Entertainment, empresa sediada em Nova Iorque.

Francisco Calheiros – TURIHAB

Turismo de Habitação e que está por detrás da Solares de Portugal!

Leonel Domingues – Nonius –  Has 18 years’ experience in telecommunications products R&D. At NONIUS, Leonel is responsible for technology adoption, evaluating its commercial implications and presenting these, both internally and to customers. The Portuguese enterprise specializes in High Speed Internet Access (HSIA), Interactive TV utilizing IPTV technology, digital signage, IP telephony, mobile applications development, and Connected TV platforms. Nonius services more than 40. 000 rooms in Portugal, Spain, across Europe, Africa, and Latin America, which include international hotel chains such as: Accor, Corinthia, Melia, Sheraton, Tiara, Uniworld, Eurostars, Pestana, Transamerica, Tivoli, Altis, Axis, Sana and Vila Galé. The company’s principal shareholders include CGD – Caixa Geral de Depósitos, the most prominent Portuguese financial institution and PME Investments, the leading state – supported venture capital firm and IMPRESA Group, the largest media group in Portugal. Nonius is a proud corporate industry member of the Hotel Technology Next Generation (HTNG) trade association.

Marta Ferreira – Inovapotek – Marta de Oliveira Ferreira é Mestre em Tecnologia Farmacêutica, Mestre em Ciências Farmacêuticas. Mais tarde, especializou-se na área da cosmética, em particular na avaliação da eficácia e segurança de produtos cosméticos. (o que é isto tem a ver com boas práticas no turismo?? Aliás, como a maioria dos outros.) No seguimento da execução de vários trabalhos de desenvolvimento e coordenação de projectos I&D para as indústrias farmacêutica e cosmética, funda a inovapotek, Pharmaceutical Research and Development em 2008.

Pedro Pedrosa – A2Z AdventuresLicenciado em Engenharia e Mestre em Ordenamento do Território e Planeamento Ambiental. Foi coordenador da Carta de Lazer das Aldeias Históricas (INATEL, 1998 – 2000), e sócio fundador de várias associações e empresas ligadas ao desporto – aventura e turismo de natureza, como Azimute 66, Gesport e Ytravel. Presentemente está dedicado a esta última, que tem presença no mercado com as marcas A2Z – Adventures (operador turístico de natureza) e A2Z – Consulting (consultoria), onde exerce funções de gestão e serviços de consultoria em desenvolvimento turístico sustentável.

Richard Veal – New Mind – With 8 years of experience in professional software development prior to forming New Mind, Richard worked on business critical applications for clients such as GPT, Orange and The Economist. One of the differentiating factors behind New Mind’s success has been its focus on developing specialist software solutions for the tourism market. New Mind is an award winning, UK-based technology company specialising in the tourism sector. The work undertaken has ranged from developing award winning web sites to implementing our fully featured Destination Management System, supporting the entire marketing and business activities of tourist authorities and DMOs.

– Fonte

Praticamente temos aqui o puzzle todo feito da Agenda 2030! Cidades e aldeias ligadas à smart grid (New Mind), acabar com os veículos a diesel e descarbonizar a sociedade em 100% e substituir os veículos por transportes públicos electrónicos e todos automatizados com ciclovias e bicicletas (BTT) (A2Z Adventures), impedir as pessoas de aceder à natureza e aos produtos obtidos livremente e directamente da natureza e vender apenas produtos farmacêuticos, alimentares e médicos, é a mesma coisa porque os alimentos processados e OGM são produtos farmacêuticos (Inovapotek), obrigar as pessoas a usarem dispositivos de telecomunicações para comunicarem, comprarem, venderem e se deslocarem (Nonius), expropriar as populações autóctones e nativas, impedir as pessoas de construir nas zonas florestais e silvestre (Sidónio Pardal) e engaiolar as pessoas todas nas cidades em smart cities para transformar o interior em Turismo de Habitação (TURIHAB), acabar com os computadores pessoais e com o papel, com os livros e com a informação material e física para obrigar as pessoas a obter conhecimento limitado e controlado apenas com sistemas interactivos e de touch (YDreams), e destruir as aldeias históricas de Portugal para voltar a reconstruir monumentos cibernéticos para controlar a rede natural tachion, a linha do dragão à volta do planeta, as leylines, os vórtices de energia tachion que existe à volta da Terra, pois é isso que eles querem controlar com a tecnologia para impedir o céu na terra, a abertura e activação dos portais stargates que existem nessas aldeias históricas de Portugal! E com essa organização também se financiam continuamente da Comunidade Europeia!

Referências:

2 thoughts on “Os incêndios de Monchique foram provocados pelas Autoridades Nacionais com o patrocínio da Fundação Calouste Gulbenkian, Portucel, Navigator, Universidade de Lisboa e MIT-Portugal! Objectivo: Expropriar as populações autóctones para benefício dos grandes Grupos Empresariais e do Alojamento Local que é uma Arma de Destruição Nacional!

  1. obrigada pelo excelente trabalho de investigacao! isto e trabalho da cabal1 dai que a georeferenciacao e obrigatoria na zona da serta ..e que vai se alargar para o resto do pais……estamos a ser governados por psichopatas!

    Liked by 1 person

    1. A geo-referenciação só funciona com o planeta coberto de metais pesados super condutores de electricidade, por isso a prioridade máxima da indústria militar e da elite cabal é pulverizar todo o planeta com metais pesados super condutores para que a smart grid funcione correctamente pois de outra forma os satélites deixam de funcionar, e naturalmente vão deixar de funcionar, eles estão a impedir um processo natural, algo que a meu ver é inevitável, vai ter de acontecer. Eles querem que o mundo se habitue à presença de aviões que deixam rastos químicos e que considerem esses rastos como naturais, para que ninguém descubra o que eles realmente estão a fazer, a criar uma rede de metais pesados e polímeros super condutores de electro-negatividade para a inteligência artificial funcionar correctamente com o 5g e a internet 2 que pretende ligar tudo e todos às tele-comunicações, a internet of things, a big data! Por isso é que eles nunca vão parar a bem com a geo-engenharia porque no momento que pararem toda a agenda cibernética e transhumanista fica comprometida!

      Por isso é que é muito importante que todo o mundo denuncie publicamente e acabe de uma vez por todas com as operações de geo-engenharia e com a manipulação genética porque sem geo-engenharia e sem manipulação genética eles não conseguirão direccionar a humanidade e toda a vida na terra para o caminho do transhumanismo e da big data, que é o que eles querem!

      O Consciente Colectivo é que projecta e cria o Futuro que queremos que seja construído! Não são eles porque eles são a minoria! Eles precisam que a maior parte da humanidade aceite o que eles querem implementar e para isso vão fazer de tudo para nos iludir e seduzir para que aceitemos medidas de segurança cibernéticas e transhumanistas. São eles próprios que criam o problema, os atentados de terrorismo, os conflictos e as guerras, para provocarem reacções negativas em todo o mundo e dessa forma aceitamos mais facilmente as soluções que eles querem implementar em todo o mundo, a destruição da natureza e afastar-nos da natureza em nome de uma falsa segurança para nos identificar, controlar e rastrear em tempo real com as tele-comunicações, a geo-referenciação, a smart grid em smart cities! Eles estão com medo que isto aconteça:

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.