O Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e de Acidentes Ferroviários (GPIAAF) emitiu uma nota informativa com argumentos ilógicos e com desinformação de propósito, para desacreditar e acabar com a GPIAAF porque os drones e os veículos aéreos não tripulados não necessitam do GPIAAF!

A nota informativa que foi lançada pelo Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves (GPIAAF) sobre o atentado de terrorismo de estado que foi cometido ao helicóptero do INEM causando a morte de 4 profissionais, foi uma nota informativa emitida com informação falsa e ilógica de propósito para acabar de vez com esse organismo, tal como já andam a fazê-lo nos últimos anos com um corte de 40% no orçamento (mais de 300 mil euros), com a drástica redução de 75% dos investigadores e com a exoneração do director Álvaro Neves que foi alvo de um saneamento pessoal para o silenciar!

Com esta nota informativa eles pretendem criar uma polémica propositada para que a sociedade considere este organismo como incompetente e desnecessário porque não consegue fazer uma investigação correcta sobre o que realmente aconteceu ao helicóptero do INEM. Eles querem acabar com o Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves porque os drones e restantes veículos aéreos não tripulados não usam esse organismo para prevenção e identificação de incidentes!

Eles escolheram uma enfermeira portuguesa e um médico espanhol para serem sacrificados e assassinados porque eles querem que as Autoridades Nacionais de Aviação Civil dos Estados Membros, nomeadamente Portugal, Espanha e a Agência Europeia, estejam envolvidas nas disposições legais que eles querem alterar para a implementação dos drones e dos veículos aéreos não tripulados de grupos privados empresariais parceiros da NATO como a Tekever e a ViaSat. Tal como aqui já vos mostrei tudo sobre isso!

Eles querem todos os Estados Membros envolvidos para aprovar nova legislação europeia para a implementação de drones e veículos aéreos não tripulados de grupos empresariais privados parceiros da NATO como a Tekever e a ViaSat

E olhem bem o que eles fizeram para silenciar o director Álvaro Neves desse organismo GPIAAF. Como Álvaro Neves estava a ser bastante incómodo à destruição desse organismo, sendo um obstáculo e um elemento de resistência às agendas em andamento, a Agenda 2030 transhumanista, os illuminati na Alemanha contrataram Álvaro Neves durante 2 anos para ir trabalhar como “perito nacional destacado em segurança” para a Agência Europeia para a Segurança na Aviação! Eles fazem sempre isto!

Quando alguém começa a ser bastante incómodo às agendas dos illuminati eles seduzem essas pessoas com dinheiro e com a vaidade de um estatuto social e profissional oferecendo contratos de trabalho com cargos e salários profissionais tentadores, difíceis de recusar! Foi o que fizeram ao Director do GPIAA, Álvaro Neves, para o silenciar! É assim que o diabo actua, tenta-nos sempre com dinheiro e elevados cargos profissionais e sociais!

Agora vamos analisar a nota informativa sobre a investigação ao “acidente” do helicóptero do INEM! Eles usaram a subtil palavra de acidente para encobrir o que realmente aconteceu que não foi acidente nenhum, foi um um atentado terrorista com um bruto de um ataque electro-magnético usado por armas de energia direccionada ao helicóptero para que ele caísse exactamente junto à torre para depois dizerem que o helicóptero caiu porque embateu na torre, quando isso é mentira! O helicóptero caiu porque foi alvo de um campo muito forte electromagnético que lhe foi dirigido por uma arma de energia direccionada e posteriormente quando todo o sistema electrónico do helicóptero se desligou por acção do campo electro-magnético que danificou todo o sistema electrónico, ele caiu e embateu na torre!

Pela nota informativa, nós temos os seguintes dados reportados:
Clima atmosférico com tetos baixos de 300 a 500 pés (91 a 152 metros)
O helicóptero deslocava-se a 240 kmh e a 396 metros de altura
A visibilidade horizontal era de 1500 metros

Se o helicóptero seguiu uma rota praticamente directa subindo até 396 metros (1300 pés), o que o fez descer tão abruptamente ao ponto de ter embatido numa torre de 66 metros de altura? Se foi por causa das condições atmosféricas adversas caracterizadas por tetos baixos reportados entre os 300 e 500 pés, mesmo que o helicóptero descesse a uma altura de 300 pés (91 metros) ou superior, estaria 25 metros ou mais acima da torre o que seria impossível embater com a torre! E ainda por cima com o rotor do helicóptero que se encontra na parte de cima do helicóptero encontrando-se por isso ainda mais distante do topo da torre!

E mesmo que o equipamento de balizagem luminosa no topo da torre estivesse desligado, se o helicóptero realmente desceu a uma altura tão baixa ao ponto de se deslocar ao mesmo nível da torre, inferior a 66 metros para que o rotor tivesse embatido com o topo da torre, o piloto e co-piloto teriam conseguido ver perfeitamente a torre à sua frente porque a visibilidade horizontal reportada era de 1500 metros e a velocidade do helicóptero era de 67 metros por segundo (240km/h), ou seja, eles conseguiam avistar a torre durante 23 segundos antes de embater nela o que daria tempo para se desviar dela!

Como podem perfeitamente ver, o helicóptero não se despenhou porque embateu na torre, a causa foi outra! O helicóptero caiu porque foi alvo de armas de energia direccionada e ao cair embateu na torre, não foi a torre que o fez cair!

A verdadeira história da nota informativa do acidente do helicóptero do INEM que foi alvo de um atentado terrorista cometido elas próprias autoridades que querem implementar os veículos aéreos não tripulados da Tekever e ViaSat, parceiros da NATO!

Se o helicóptero descreveu uma trajectória balística em rotação lenta, numa altura de 66 metros a 240km/h seria impossível ele ter embatido no chão em posição invertida! E muito menos embater a 384 metros de distância da torre com uma distribuição de destroços por uma área superior a 24 mil e 600 metros quadrados! É só mentiras atrás de mentiras mas o mais interessante é que eles estão a mentir propositadamente para desacreditar e acabar de vez com o GPIAAF. Mas a mim eles não me enganam! Eu sei muito bem o que eles estão a fazer!

O Helicóptero caiu porque levou com uma enorme onda electromagnética emitida por uma arma de energia direccionada e que desligou e destruiu por completo todo o sistema electrónico do helicóptero e muito provavelmente matou os tripulantes ainda em voo porque um campo electromagnético desta magnitude ao ponto de destruir o sistema electrónico e fazer cair um helicóptero também afecta severamente o sistema neurológico dos seres-humanos o que me leva a deduzir que os tripulantes perderam os sentidos ainda em voo no momento que o campo electromagnético envolveu todo o helicóptero e o fez desligar e cair! Os testemunhos não deixam margem para dúvida, o helicóptero desligou e caiu! E ao cair é que embateu na torre! Esta é a verdade!

Este vídeo na SIC Notícias mostra exactamente o que aconteceu ao helicóptero através das testemunhas no local que viram o que realmente aconteceu!

Eles usaram a torre de rádio para provocar este atentado terrorista com o helicóptero do INEM porque eles precisam de acabar com as comunicações rádio porque o tipo de propagação da onda rádio (Sky Wave) interfere com as comunicações wireless que os drones, os unmanned aerial vehicle (UAV) e os veículos aéreos não tripulados (VANT) usam (Line of Sight). E também porque as torres de rádio são um obstáculo no espaço aéreo que eles querem desimpedir para a livre circulação dos veículos aéreos não tripulados!

Por isso é que eles estão a provocar os incêndios florestais, a cortar as árvores, a destruir casas antigas e património centenário porque contêm minerais e o maciço antigo que interfere severamente com as comunicações wireless e as armas de energia direccionada, e estão a destruir tudo o resto que interfira com as comunicações wireless que esses veículos aéreos não tripulados necessitam para funcionar correctamente! Eles querem usar esses veículos aéreos não tripulados em modo Beyond Visual Line of Sight (BVLOS) e para isso não pode haver obstáculos nem natureza pelo caminho!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.