Metais de terras raras

Os incêndios na Gran Canaria estão a ser provocados com a conivência das autoridades e do Estado para que as empresas privadas se apoderem dos metais de terras raras que valem biliões de dólares no mercado tecnológico, farmacêutico e biomédico!

A retirada dos sedimentos do Rio Tejo é um atentado terrorista cometido pelas autoridades portuguesas para retirar o ouro e a prata do fundo do rio e extrair metais de terras raras que são um mercado de nicho que valem pelo menos 5 biliões de dólares no mercado tecnológico, farmacêutico e biomédico!