Os directores executivos das empresas farmacêuticas e de biotecnologia Pfizer e BioNTech são terroristas islâmicos e membros da maçonaria que querem vacinar a maior parte das populações mundiais com uma vacina que não é segura nem eficaz porque é uma arma biológica desenvolvida para provocar mutações genéticas (mRNA) que causam doenças e pandemias e que eles vão dizer que foi o vírus que sofreu mutações por causa dos humanos e animais não vacinados para incriminar injustamente quem não se vacinar!

A Pfizer quer vacinar o mundo todo com uma arma biológica da empresa farmacêutica BioNTech (BioNic Technology) desenvolvida por muçulmanos turcos otomanos financiados pela judiaria internacional (Dr. Uğur Şahin e Dr. Özlem Türeci) que obviamente têm como principal objectivo matar todos os verdadeiros judeus das tribos de Israel, cristãos, caucasianas e indo-arianas! É a continuação do império otomano usando guerra biológica que são as novas armas adaptadas a uma era bio-tecnológica com as farmacêuticas, a bio-tecnologia e a nanotecnologia a serem usadas como armas de destruição em massa para invasão e colonização em nome da prevenção, segurança e saúde pública!

Reparem que esses cientistas e essas empresas farmacêuticas estão todas envolvidos em terapias personalizadas e individualizadas para doenças cancerígenas (vacinas e fármacos) porque o que eles querem fazer é provocar doenças cancerígenas com as vacinas através da técnica mRNA que o que faz é inocular os agentes causadores de doenças (patógenos) directamente nas células através de nanopartículas que causam mutações genéticas celulares e as consequentes doenças cancerígenas que são causadas por mutações genéticas!

O que eles estão a fazer com as vacinas COVID-19 é usar vacinas mRNA (messenger RNA, a mensagem é o código viral, é o agente patógeno, e não o vírus em si [bacteriófagos porque os bacteriófagos existem naturalmente no nosso corpo e em toda a natureza], o patógeno é a programação genética viral que vai causar a mutação genética nas células e as consequentes doenças), as vacinas mRNA é para infectar as células com as mensagens (ressonância mRNA) patógena que causam mutações genéticas potenciando o aparecimento de doenças cancerígenas que são mutações genéticas replicadas!

Uma doença cancerígena é quando uma célula não consegue entrar em apoptose (morte celular que é um processo natural e necessário para reparação genética e renovação celular) e como a célula não consegue morrer sofre mutações replicando-se noutras células mantendo essa mutação inoculada pelas vacinas (células cancerígenas). É isto que eles querem fazer com as vacinas, provocar doenças cancerígenas, aliás, eles sempre fizeram isto com todas as vacinas que são armas biológicas para inoculação de mutações genéticas e doenças no corpo!

Por isso é que esses cientistas e empresas farmacêuticas estão todas envolvidas em terapias individualizadas (vacinas) para doenças cancerígenas e querem vacinar todas as pessoas com as vacinas para a COVID-19 para causar mutações genéticas e potenciar o aparecimento de doenças cancerígenas para diagnosticar doenças em todas as pessoas e deixar-nos dependentes dessas terapias individualizadas que são fármacos e vacinas no valor de milhões de euros para doenças cancerígenas que eles próprios causam com vacinas!

Islamic-Jewish relations

In 2000, Şahin became head of the junior research group of the SFB 432 of the University Medical Center Mainz, and in 2003 chair of the Tumor Vaccine Center. Since 2006 he has been a private lecturer in the Department of Experimental and Translational Oncology. In 2017, it was involved in establishing the new Helmholtz Institute HI-TRON, which is a cooperation between the German Cancer Research Center (DKFZ) and TRON, He is one of the scientific directors of the new Helmholtz Institute. He declared that he believes “cancer can be defeated in the future during the founding ceremony,” Founding ceremony? What the fuck is that? A ritual?

Şahin founded the company Ganymed Pharmaceuticals in 2001 with his later wife, Özlem Türeci. This company developed the monoclonal antibody Zolbetuximab, which is to be used against esophageal and gastrointestinal cancer. In 2016, the company was sold to Astellas Pharma for an amount of at least triple-digit millions. After successful Phase II studies, the drug is currently in Phase III in 2020.

Since April 2020, Biontech has been researching a vaccine against the lung disease COVID-19 under Şahin and his wife Özlem Türeci, who is also a member of the company’s board of directors. Şahin holds several patents that he has filed with his company and partners.

In fall 2020, he entered a partnership with the U.S. pharmaceutical company Pfizer and plans to obtain approval for a vaccine before the end of 2020. In November, the company reported a 95 percent efficacy of the BNT162b2 vaccine.

European Shrine Club Heidelberg da Alemanha

Eles não apresentaram nem os estudos nem as evidências científicas que possam validar essa afirmação da eficácia da vacina (reparem que eles dizem que a vacina é 95% eficaz mas não dizem nada sobre a segurança nem que eficácia é que se estão a referir!), porque é tudo mentira, essa vacina não é nem eficaz nem segura contra a COVID-19, e por isso é que eles não apresentam as evidências científicas que validem essa afirmação porque o que eles dizem é falso, é mentira! Até provas em contrário, tudo o que as farmacêuticas e cientistas disserem sobre a eficácia e segurança das vacinas para a COVID-19 é tudo mentira e falso e tem o único propósito de vender biliões de vacinas para os governos de vários países com contratos milionários e valorizar as acções das farmacêuticas na bolsa de valores para enriquecer toda essa gentalha criminosa como o CEO da Pfizer fez!

Şahin is a member of the German Society of Immunology since 2004 and a member of the Program Committee of the Association for Cancer Immunotherapy (CIMT), Regulatory Research Group, Mainz since 2008. In 2012, he was among the founders of the Cluster of Individualized Immunointervention (CI3) in Mainz. He is a member of the American Association for Cancer Research (AACR) since 2014 and of the American Society of Clinical Oncology (ASCO) since 2015.

Since April 2020, Biontech has been researching a vaccine against the lung disease COVID-19 under Şahin and his wife Özlem Türeci, who is also a member of the company’s board of directors. Şahin holds several patents that he has filed with his company and partners. Şahin is against compulsory vaccination and emphasizes the voluntary nature of the vaccination.

Islamic–Jewish relations: os falsos judeus da sinagoga de satanás e os muçulmanos querem destruir os indo-arianos e os verdadeiros judeus da tribo de Israel e os cristãos gnósticos cátaros!

terrorists & criminals
muslim-jewish maçon

Eu já sei o que eles vão fazer com as campanhas mundiais de vacinação COVID-19, eles não vão obrigar ninguém, eles nunca obrigam ninguém, eles precisam do consentimento, sempre! Por isso é que esta pandemia está a ser fabricada pela comunicação social com terror e guerra psicológica, porque a pandemia é fundamentalmente psicológica e eles precisam de manter as pessoas no medo, em baixa frequência, com traumas induzidos através das constantes notícias de terror psicológico na comunicação social para deixar as pessoas assustadas e imobilizadas, sem reacção, sem auto-confiança, sem pensamento próprio, sem amor próprio, mentalmente traumatizadas e dessa forma facilmente manipuladas emocionalmente e psicologicamente obedecendo a tudo o que a comunicação social, os governos e as autoridades dizem para elas fazerem sem questionarem a comunicação social e as autoridades e sem se questionarem sobre o que estão a fazer, é isso que eles querem, obediência absoluta!

Eles vão vacinar o máximo de pessoas por livre vontade dessas pessoas, vão apertando o cerco na sociedade aos não vacinados e a quem se opuser à vacinação (censura, discriminação, desacreditação, vão tentar denegrir a imagem de quem se opuser à vacinação) e vão tentar incriminar os não vacinados por uma terceira vaga e um novo ataque biológico mais intensificado (muito provavelmente pelas próprias vacinas COVID-19 que vão começar a injectar em Dezembro, e já estão a fazê-lo em países como na Alemanha onde as grandes máfias farmacêuticas estão como a Pfizer e a BioNTech).

Eles estão a planear uma nova pandemia para fins deste ano e Janeiro do próximo ano (no centro da Europa, Alemanha, França, República Checa, nos países mais rebeldes e insubordinados, no Brasil e Estados Unidos) para continuar a dividir e a matar as pessoas e terem um pretexto para dizer que a culpa foi dos não vacinados e levar as pessoas todas a aceitar a vacinação que são armas biológicas para rastreamento de todas as actividades bioquímicas do corpo e para continuar a provocar mutações genéticas, doenças e pandemias para garantir o que essas máfias médicas chamam de: Disease Managment, the future of healthcare!

Eles já controlam as pessoas por fora com os governos e autoridades, mas agora querem fazer um upgrade a esse controlo, eles querem controlo absoluto do próprio corpo de todos os seres-vivos com nanotecnologia, enzimas como luciferase e fosforescência (funcionam como eléctrodos com bio-luminescência para a nanotecnologia ligar as células do nosso corpo à inteligência artificial, neuralink, brain-computer-interface, Body-machine interfaces, tele-medicina, augmented reality, transhumanismo).

,

O presidente-executivo da Pfizer ordenou a venda de 5,6 milhões de dólares em ações da Pfizer no dia em que os títulos da empresa dispararam a beneficiar das notícias sobre a “alta eficácia” da vacina.

Pfizer Vice President Blows Whistle On Gardasil: “The Vaccine Is Deadly”

Most Published Research Findings Are False! Pfizer Vice President Dr. Peter Rost Blows Whistle On Gardasil: “The Vaccine Is Deadly”

A Verdadeira História da Fraude da Vacinação! A Vacinação é uma das maiores fraudes em toda a história da Medicina e os seus defensores devem ser responsabilizados criminalmente porque estão a pactuar com um atentado à saúde pública cometido pelas autoridades de saúde que são criminosas e terroristas que negam Factos e Evidências Científicas!

Source: Cyber War Declared in U.S. and UK to Quash Vaccine Hesitancy as Nations Prepare for Mass Inoculations

Both countries are preparing to silence independent journalists who raise legitimate concerns over pharmaceutical industry corruption or the extreme secrecy surrounding state-sponsored COVID-19 vaccination efforts, now that Pfizer’s vaccine candidate is slated to be approved by the U.S. Food and Drug Administration (FDA) by month’s end.

Pfizer’s history of being fined billions for illegal marketing and for bribing government officials to help them cover up an illegal drug trial that killed eleven children (among other crimes) has gone unmentioned by most mass media outlets, which instead have celebrated the apparently imminent approval of the company’s COVID vaccine without questioning the company’s history or that the mRNA technology used in the vaccine has sped through normal safety trial protocols and has never been approved for human use. Also unmentioned is that the head of the FDA’s Center for Drug Evaluation and Research, Patrizia Cavazzoni, is the former Pfizer vice president for product safety who covered up the connection of one of its products to birth defects.

Essentially, the power of the state is being wielded like never before to police online speech and to deplatform news websites to protect the interests of powerful corporations like Pfizer and other scandal-ridden pharmaceutical giants as well as the interests of the U.S. and U.K. national-security states, which themselves are intimately involved in the COVID-19 vaccination endeavor.

Given that the COVID-19 vaccine candidate produced by Pfizer is expected to be approved by the end of November, it appears that the U.S. national-security state, which is essentially running Operation Warp Speed, along with “trusted messengers” in mass media, is preparing to enter the second phase of its communications strategy, one in which news organizations and journalists who raise legitimate concerns about Warp Speed will be de-platformed to make way for the “required” saturation of pro-vaccine messaging across the English-speaking media landscape.

Pfizer Bribed Nigerian Officials in Fatal Drug Trial, Ex-Employee Claims

Though the coronavirus uses many different proteins to replicate and invade cells, the spike protein is the major surface protein that it uses to bind to a receptor — another protein that acts like a doorway into a human cell. After the spike protein binds to the human cell receptor, the viral membrane fuses with the human cell membrane, allowing the genome of the virus to enter human cells and begin infection. So “if you can prevent attachment and fusion, you will prevent entry,” McLellan told Live Science. But to target this protein, you need to know what it looks like. – source

Só há duas formas de nos protegermos da COVID-19 ou de qualquer outro agente causador de doenças, ou ficando infectados com essa doença adquirindo imunidade e memória imunitária, ou através da prevenção evitando o contágio, impedindo o vírus de se apegar e de se fundir com as nossas células, algo que as vacinas não fazem, pelo contrário, as vacinas infectam as células com os próprios agentes patógenos causadores de mutações genéticas e doenças!

Vírus são nanotecnologia, são bacteriófagos com spike proteins constituídas por fibras e proteínas! Os vírus não sofrem mutações porque não têm células nem vida para sofrer mutações, e as infecções são localizadas em cada corpo e não transmitidas! As infecções não se transmitem, o agente causador da infecção é que é transmitido e não a infecção, as doenças não são transmitidas, não existem doenças infecto-contagiosas para justificar as vacinações em massa, todo o conceito de vacinação é uma gigantesca fraude!

As vacinas não é para proteger ninguém, é para provocar mutações genéticas nas células que depois eles dizem que são mutações dos vírus quando nenhum vírus sofre mutações porque os vírus não têm células para sofrer mutações, eles manipulam as células do nosso corpo com as vacinas! Eles próprios admitem isso, o que eles fazem é manipulação genética para causar mutações genéticas e provocar doenças que depois eles dizem que foi o vírus que sofreu mutações e dessa forma espalham pandemias e justificam a vacinação generalizada em todo o mundo para continuar a provocar mutações, doenças e pandemias garantindo assim o que eles denominam: gestão de doenças, o futuro da medicina!

Vacinas são armas biológicas para causar mutações genéticas, doenças e pandemias que eles dizem que são mutações de vírus que não existem justificando assim a vacinação em massa para continuar a causar mutações, doenças e pandemias, medicina circular (problema-reacção-solução: e a solução volta a criar um problema-reacção-solução), os tratamentos causam as doenças para vender tratamentos que causam doenças!

So if you can prevent attachment and fusion, you will prevent entry, said Jason McLellan, senior author of the study and an associate professor of molecular biosciences at the University of Texas at Austin.

O objectivo de uma vacina é impedir que a pessoa fique doente e não infectá-la com a doença como acontece, as vacinas são transmissoras de doenças! O objectivo de um tratamento é prevenir e impedir que o corpo continue a ser infectado pelo agente patógeno causador da doença e não contaminá-lo com os agentes causadores da doença injectados directamente nas células do sangue como as vacinas mRNA para a COVID-19 fazem (ex: vacina da Pfizer e BioNTech), que causam mutações genéticas e continuam a provocar doenças e pandemias que depois eles dizem que foi o vírus COVID-19 que sofreu mutações para continuarem a vender mais vacinas causadoras de mutações e pandemias! É uma fraude científica e um crime altamente organizado!

A BioNtech (bionic technology) é uma empresa nas mãos de terroristas muçulmanos financiados pela judiaria internacional! A vacina da Pfizer foi desenvolvida por terroristas muçulmanos (Ugur Sahin e Özlem Türeci). São terroristas muçulmanos que desenvolveram a vacina COVID-19 como uma arma biológica!!! Olha bem para os seguidores desse terrorista e quem ele está a seguir: Prof. Dr. med. Ugur Sahin

Eles são terroristas islâmicos e membros da seita maçónica European Shrine Club Heidelberg da Alemanha! E eles já têm as vacinas preparadas há muito tempo!

Two years ago, Dr. Ugur Sahin took the stage at a conference in Berlin and made a bold prediction. Speaking to a roomful of infectious disease experts, he said his company might be able to use its so-called messenger RNA technology to rapidly develop a vaccine in the event of a global pandemic. source

Pfizer e BioNTech são empresas terroristas muçulmanas que estão a desenvolver armas biológicas mascaradas de vacinas e terapias personalizadas!
palhaços assassinos
palhaços assassinos mestres em desenvolvimento de armas de destruição em massa!

Eles querem vacinar as pessoas todas para provocar mutações genéticas que potenciam o aparecimento de infecções e sintomas associados a doenças cancerígenas para submeter as pessoas a rastreios de doenças cancerígenas com o objectivo de diagnosticar as pessoas todas como sendo doentes oncológicos para obrigar o mundo todo a ficar dependente de vacinas personalizadas (individuais) para doenças cancerígenas que eles próprios causam! E denominam esta prática criminosa como “revolutionize cancer therapy”, disease management: the future of healthcare.

O corpo-humano não funciona com truques como eles fazem com essas vacinas mRNA! O corpo-humano não precisa de truques para funcionar correctamente! E eles sabem muito bem disso! O que eles estão a fazer com as vacinas é hacking biológico ao funcionamento do corpo, é usar os mecanismos de funcionamento do corpo contra ele próprio! É literalmente um ataque biológico! Vacinas são armas biológicas!

O corpo-humano é tão perfeito que quando é atacado e enganado com truques (vacinas) activa mecanismos imunitários de auto-correcção para evitar continuar a ser enganado com falsas doenças através da inoculação de agentes patógenos de forma artificial e forçada com as vacinas que vão gerar reacções auto-imunes constantes e causar doenças crónicas e auto-imunes porque o corpo vai-se atacar a si próprio até à exaustão com as mutações genéticas provocadas pelas vacinas que causam uma perda da memória imunitária porque alteram a correcta e saudável programação celular deixando o corpo dependente de vacinas e fármacos para se defender! Eles sabem muito bem disso, eles estão-nos a enganar e a mentir!

Por isso é que eles querem destruir o sistema imunitário com as vacinas COVID-19 (e todas as outras restantes vacinas dos programas de vacinação) para causar mutações genéticas (células cancerígenas) e ficarem milionários com as terapias personalizadas para doenças cancerígenas causadas pelas vacinas!

BioNTech isn’t a goldmine – just yet. On the contrary, the firm is spending millions, and it doesn’t even have a medicine to market yet. But multinational pharmaceutical companies including France’s Sanofi and America’s Eli Lilly have already paid it visits. That’s because BioNTech founder Ugur Sahin has ambitious plans. The medical professor who never wanted to be a businessman wants to revolutionize cancer therapy by perfecting a personalized cancer vaccine.

Notwithstanding the fact that no vaccine has ever been successfully developed for any coronavirus, and such an endeavor would normally take years to safely and adequately complete, the Food and Drug Administration (FDA) has permitted the fast-tracking of this process skipping the standard stage of testing on animals to directly test these vaccines on humans.source

Immediate results from some of these trials have included “severe complications, involving headaches, fever, body aches and symptoms similar to a severe hangover.” Further, as the New York Times emphasized, Pfizer’s initial claim that their vaccine was “more than 90 percent effective,” was “delivered in a news release, not a peer-reviewed medical journal. It is not conclusive evidence that the vaccine is safe and effective.” – source

Curiously, there is evidence that at least the United Kingdom is preparing for a high number of adverse effects due to the COVID-19 vaccinations. That government’s Medicines & Healthcare products Regulatory Agency (MHRA), posted a bid request stating that “For reasons of extreme urgency,” they seek an Artificial Intelligence (AI) software tool to process the expected high volume of Covid-19 vaccine Adverse Drug Reaction (ADRs).” It goes on to explain that “it is not possible to retrofit the MHRA’s legacy systems to handle the volume of ADRs that will be generated by a Covid-19 vaccine,” and that this “represents a direct threat to patient life and public health.” – source

New ‘unproven’ mRNA technology: 20% ‘serious injury rate’

Other concerns about the Pfizer vaccine is that it would be the first to use “an as-yet-unproven technology platform that relies on something called messenger RNA, usually shortened to mRNA.” Moderna, another corporation striving to develop a COVID-19 vaccine, is also venturing to utilize this mRNA platform. In May, Children’s Health Defense reported that clinical trials for Moderna’s vaccine had a 20% “serious injury rate” in its high-dose group. – source

And the District of Columbia (DC) is advancing a bill which circumvents parental consent when it comes to their minor children being given a vaccine. The “Minor Consent for Vaccinations Amendment Act of 2019,” states, “this bill permits a minor of any age to consent to receive a vaccine where the vaccination is recommended by the United States Advisory Committee on Immunization Practices. It also establishes that if a minor is able to comprehend the need for, the nature of, and any significant risks inherent in the medical care then informed consent is established.”

According to The Vaccine Reaction, “The bill would not only permit children aged 11 years and older to give consent for doctors and other vaccine administrators to give them vaccines without their parents’ knowledge or consent, but would also require insurance companies, vaccine administrators and schools to conceal from parents that the child has been vaccinated.

The report clarifies, “If this bill passes, it is clear that minor children will be at risk of being pressured and coerced into getting a COVID-19 vaccine behind their parents’ back.” – source

Pfizer a “convicted serial felon”

Robert F. Kennedy, Jr., nephew of former U.S. president John F. Kennedy, environmental attorney, author, and founder of Children’s Health Defense, has been raising awareness about vaccines injuring children for decades. In addition to the organization’s firm opposition to the DC bill above, Kennedy has singled out Pfizer as one of several vaccine producers with a record of incurring criminal penalties for their products.

In a July debate, Kennedy emphasized that Pfizer, and three other leading developers of coronavirus vaccines, GlaxoSanofiMerck, are “convicted serial felon[s].”

“In the past 10 years, just in the last decade, those companies have paid 35 billion dollars in criminal penalties, damages, fines, for lying to doctors, for defrauding science, for falsifying science, for killing hundreds of thousands of Americans knowingly,” Kennedy said during the debate.

“It requires a cognitive dissonance for people who understand the criminal corporate cultures of these four companies to believe that they’re doing this in every other product that they have, but they’re not doing it with vaccines.” – source

Former Pfizer VP: ‘No need for vaccines,’ ‘the pandemic is effectively over’

Referências:

University spinoff BioNTech is developing cancer vaccines tailored for individual patients. If it succeeds, it could revolutionize the way cancer is treated.

Prof. Ugur Sahin, M.D. is the Managing Director of Translational Oncology (TRON) at the Mainz University Medical Center as well as the co-founder and CEO of BioNTech (Biopharmaceutical New Technologies)