Vacinas: Armas de destruição em massa!

Esta investigação forense está disponível em vídeo no youtube, aqui.

As decisões são informadas, eles só não vos dizem é que tipo de decisões é que estão a tomar: Como manter a população mundial doente e sempre presa à indústria médico-farmacêutica, enquanto a vão reduzindo gradualmente à medida que lucram com essa redução populacional pelas doenças induzidas e os consequentes tratamentos! Basta analisarmos a história que nos antecede para nos apercebermos que é a única coisa que têm feito e que querem continuar a fazer! Com guerras sucessivas de x em x anos, para dizimar as populações, especialmente as populações nativas e os seus descendentes que ainda existem no Planeta, como andam há muitos anos a fazer no Médio Oriente, em África e na Ásia, e para destruir os seus Países, as suas Culturas e Raízes Ancestrais! E a outra forma de reduzir e  controlar a população mundial é com vacinas! Como veremos mais à frente!

Continue reading “Vacinas: Armas de destruição em massa!”

Programa Nacional de Vacinação 2017: Terrorismo de Estado!

Esta investigação forense está disponível em vídeo no youtube, aqui e aqui

As vacinas não são seguras e muito menos eficazes, admitido pelos próprios documentos oficiais, causam mutações genéticas, ou seja: doenças cancerígenas, doenças auto-imunes e são responsáveis praticamente por todas as doenças do mundo moderno! Avançar e continuar a ler a partir desta parte…

A partir deste ano e começo de 2017, o Programa Nacional de Vacinação mostra-nos que as bestas judaicas da indústria militar-química-médico-farmacêutica-alimentar, que controlam TODOS os partidos políticos, vão fazer uso, mais uma vez, das suas armas biológicas: Vacinas! No seguimento do cumprimento da agenda de redução populacional, a Agenda 21, também conhecida por Agenda XXI, que tem Portugal e o Clube de Roma como um dos principais Países e grupos da elite cabal judaico-maçónica na linha da frente desta agenda.

Continue reading “Programa Nacional de Vacinação 2017: Terrorismo de Estado!”