A maior fraude do século é a teoria da destruição da camada de ozono por acção dos CFCs (CFC-ozone depletion theory) e um dos maiores charlatões é Mario Molina que inventou essa teoria criminosa e fraudulenta para proibir os CFCs (Chlorofluorocarbon) em todo o mundo com o principal objectivo de retirar o cloro e o carbono da atmosfera provocando o aquecimento global, as alterações climáticas e a consequente proliferação de agentes patogénicos, epidemias e catástrofes naturais!

A maior fraude do século é a teoria da destruição da camada de ozono por acção dos CFCs (CFC-ozone depletion theory) e um dos maiores charlatões é o judeu zionista Mario Molina que inventou essa teoria criminosa e fraudulenta para proibir os CFCs (Chlorofluorocarbon) em todo o mundo com o objectivo de potenciar o aquecimento global e as alterações climáticas pela retirada do cloro e do carbono da atmosfera que provoca um bloqueio e diminuição da transferência de energia eléctrica e térmica no planeta Terra causando catástrofes naturais que são mecanismos de defesa do sistema imunitário da Terra, e desencadeando a proliferação de agentes patogénicos que provocam epidemias e doenças pela retirada do Cloro da atmosfera que juntamente com o Ozono formam compostos químicos como o cloreto de Ozono (O3Cl) que são potentes agentes desinfectantes, purificadores e transmissores de energia eléctrica e térmica que não permite a proliferação de bactérias e de micro-organismos causadores de doenças na Terra e que também interferem com as armas de ionização e de energia dirigida que estão a ser usadas na atmosfera com a geo-engenharia para potenciar ainda mais as catástrofes naturais e a proliferação de doenças!

Continue reading “A maior fraude do século é a teoria da destruição da camada de ozono por acção dos CFCs (CFC-ozone depletion theory) e um dos maiores charlatões é Mario Molina que inventou essa teoria criminosa e fraudulenta para proibir os CFCs (Chlorofluorocarbon) em todo o mundo com o principal objectivo de retirar o cloro e o carbono da atmosfera provocando o aquecimento global, as alterações climáticas e a consequente proliferação de agentes patogénicos, epidemias e catástrofes naturais!”