O mesmo constitucionalista que defende a vacinação obrigatória vem agora defender a expropriação obrigatória pelo uso da tortura, tratos e penas cruéis, degradantes e desumanos que estão a ser cometidos pelas autoridades Portuguesas que são cúmplices e coniventes com os incêndios em Portugal e como tal têm de ser julgados e condenados no Julgamento Final!

Eles querem retirar as pessoas das suas casas para as expropriar à força e assim não têm que pagar indemnizações contornando a Lei Fundamental que obriga o Estado a pagar indemnizações às pessoas caso necessite de as expropriar para obras de interesse público, que é o que eles querem fazer, obras para o Venus Project no seguimento da Agenda 2030 Cibernética e Transhumanista! Mas não são obras de interesse público, é de interesse privado no seguimento da Agenda 2030 do Desenvolvimento Sustentável Genocida, o Venus Project, a Besta do Apocalipse, as Smart Cities, a sociedade cibernética e transhumanista que eles querem criar destruindo tudo que é construção antiga que faz uso de materiais altamente positivos e neutros que neutralizam a radiação electromagnética que todas as tecnologias electrónicas e de tele-comunicações usam, para voltar a construir edifícios e casas novas com uma geometria cúbica e com materiais super condutores de electricidade que não interfere e permite o uso do 5G e da smart grid, a Internet of Things (IoT), a rede de satélites de tele-comunicações com a qual eles querem aprisionar tudo e todos à internet! E para isso necessitam de expropriar toda a gente, destruir a natureza e assassinar as populações! Todas as autoridades e todos nós somos cúmplices com o que está a acontecer, porque vemos o que nos estão a fazer e nada fazemos para parar! A desobediência às autoridades e o Direito de Resistência é fundamental porque as autoridades estão do lado dos criminosos!

Continue reading “O mesmo constitucionalista que defende a vacinação obrigatória vem agora defender a expropriação obrigatória pelo uso da tortura, tratos e penas cruéis, degradantes e desumanos que estão a ser cometidos pelas autoridades Portuguesas que são cúmplices e coniventes com os incêndios em Portugal e como tal têm de ser julgados e condenados no Julgamento Final!”