O caso da criança Bento que morreu afogada num tanque de regadio é uma encenação mediática e operação dos serviços de inteligência para aprovar legislação que proíba os poços e tanques de rega para retirar a independência alimentar às populações rurais e para controlar e espiar as crianças com pulseiras electrónicas e dispositivos RFID em nome da prevenção e de uma falsa segurança para acabar com a liberdade e a privacidade das crianças e das suas famílias!

Actualização: A Criança Bento de 3 anos foi assassinada! Reparem como a comunicação social e principalmente o Correio da Manhã que é da Polícia Judiciária andam em cima deste blog “O Diário de um ET”.

A Polícia Judiciária anda em cima deste blog para desacreditar todas as investigações aqui apresentadas! Eles estão de má fé porque a Polícia Judiciária não trabalha para o vosso bem! Eles trabalham para os grandes criminosos de fato e gravata, eles trabalham pelo dinheiro não trabalham pela Verdade!

Continue reading “O caso da criança Bento que morreu afogada num tanque de regadio é uma encenação mediática e operação dos serviços de inteligência para aprovar legislação que proíba os poços e tanques de rega para retirar a independência alimentar às populações rurais e para controlar e espiar as crianças com pulseiras electrónicas e dispositivos RFID em nome da prevenção e de uma falsa segurança para acabar com a liberdade e a privacidade das crianças e das suas famílias!”

O caso da criança Julen que morreu ao cair num poço é uma operação dos serviços de inteligência e uma encenação mediática para aprovar legislação que impeça as pessoas de aceder livremente à água através dos poços! Faz tudo parte da Agenda 21 e 2030 que pretende impedir o acesso livre aos recursos naturais por parte das populações para controlar a água com a monitorização electrónica!

O caso da criança Julen que supostamente morreu ao cair num poço, é uma operação mediática e dos serviços de inteligência no seguimento da agenda 21 e 2030 transhumanista que pretende impedir as populações de aceder livremente à água e retirar os direitos às crianças e familiares para ser o Estado e as autoridades de saúde a ter poder sobre as crianças e não mais os familiares das crianças!

Continue reading “O caso da criança Julen que morreu ao cair num poço é uma operação dos serviços de inteligência e uma encenação mediática para aprovar legislação que impeça as pessoas de aceder livremente à água através dos poços! Faz tudo parte da Agenda 21 e 2030 que pretende impedir o acesso livre aos recursos naturais por parte das populações para controlar a água com a monitorização electrónica!”