O complexo criminoso da indústria médico-farmacêutica quer acabar com as receitas médicas para implementar o tratamento obrigatório e o internamento compulsivo!

Recentemente o DN publicou uma notícia em que o Estado foi supostamente lesado em 300 milhões com burlas ao SNS (Serviço Nacional de Saúde). O que não vos dizem é que todas essas burlas são propositadas para acabarem de vez com as receitas médicas com ou sem papel e implementarem medidas coercivas de tratamentos compulsivos com fármacos e tratamentos clínicos e hospitalares! Eles fazem sempre isso quando querem a longo prazo implementar uma medida radical e drástica que de outra forma ninguém aceitaria em condições naturais e normais. Por isso é que precisam de condições excepcionais! Eles criam sempre um problema, neste caso o problema é o utente ter a liberdade de comprar ou não o medicamento, de tomar ou não a medicação, de se sujeitar ou não ao tratamento, de ser ele próprio ou pedir a outra pessoa para levantar o medicameto:

Continue reading “O complexo criminoso da indústria médico-farmacêutica quer acabar com as receitas médicas para implementar o tratamento obrigatório e o internamento compulsivo!”