Vídeo

World Health Service: Terapia Marcial: Um preview do que vai acontecer ao Chefe de Estado e Governo de Portugal, Supremo Tribunal de Justiça, Ministério Público, e todos os restantes responsáveis pela demolição controlada da queda da ponte de Entre-os-Rios que matou crianças, mães, pais e destruiu famílias inteiras até aos dias de hoje!

From World Health Service

A verdadeira história da tragédia da queda da ponte de Entre-os-Rios que foi detonada com uma demolição controlada com a cumplicidade do Estado Português, do Ministério Público e do Supremo Tribunal de Justiça!

Ler também: A queda da ponte Hintze Ribeiro de Entre-os-Rios a 4 de Março de 2001 que provocou a morte a 59 pessoas incluindo mães, crianças e bebés foi provocada com armas escalares de energia dirigida, Nano-tech Disassembler Weapons (NDWs)

A ponte de Entre-os-Rios foi detonada com demolição controlada e programada à distância com o uso de armas de energia dirigida tal como fizeram nos atentados do 11 de Setembro nos Estados Unidos para mandar abaixo as torres gémeas e o World Trade Center. Se a ponte tivesse caído por um dos pilares ter desabado (versão oficial) não haveria estrondo nenhum nem tremor de terra como muitas testemunhas ouviram e sentiram, ainda para mais a altura da ponte era apenas de 50 metros e as águas do rio estavam muito próximas do tabuleiro da ponte porque estava a chover muito e o nível da água do rio estava muito alto com a água muito próxima do tabuleiro da ponte! Se o pilar tivesse desabado não haveria estrondo nenhum nem a terra teria tremido! Foi uma demolição controlada!!! Foi um atentado terrorista que envolveu o Estado, Ministério Público, Supremo Tribunal de Justiça, Militares e vários grupos de interesse do Estado que depois desta tragédia apoderaram-se e desviaram muito dinheiro público para a inspecção, requalificação e construção de novas pontes!

A versão oficial da queda da ponte é tudo mentira! Foi uma operação militar com demolição controlada subaquática e um atentado de terrorismo de Estado que envolveu muitas entidades, empresas e interesses políticos, económicos e financeiros que desviou elevadas quantias de dinheiro para muitas organizações, institutos e empresas principalmente ligadas à engenharia civil, operações de resgate e salvamento e inspecção, reabilitação e construção de pontes como a empresa Xavi-Sub que é uma empresa com historial militar, com presença em Angola e no Afeganistão e que esteve envolvida na demolição da Ponte de Entre-os-Rios e no roubo dos metais de terras raras do rio Tejo na operação Tejo 2018 que foi um atentado de terrorismo de Estado que matou o Rio Tejo porque qualquer rio sem metais de terras raras morre porque fica desmineralizado, fica estéril!

Continue reading “A verdadeira história da tragédia da queda da ponte de Entre-os-Rios que foi detonada com uma demolição controlada com a cumplicidade do Estado Português, do Ministério Público e do Supremo Tribunal de Justiça!”