Moderna Therapeutics e AstraZeneca PLC são grupos de crime altamente organizado que traficam droga e armas biológicas disfarçadas de vacinas e fármacos!

AstraZeneca

Top Russian Scientist Alexander ‘Sasha’ Kagansky Working On COVID-19 Vaccine Assassinated In St Petersberg. A top Russian scientist who was working on a Covid-19 vaccine has been found dead in suspicious circumstances in St Petersburg, adding one more to the list of people engaged in coronavirus research dropping dead mysteriously. Alexander ‘Sasha’ Kagansky, 45, was reported to have fallen in his underwear from a 14th floor window of a high rise flat – and was found with stab wounds. He had recently received a Russian grant to study new ways of diagnosing and treating malignant brain tumours, and was an advocate of research into the uses of herbs and mushrooms as a cancer treatment.

Encomenda para benefício da AstraZeneca que tem ligações com a KGB: On 11 December 2020, AstraZeneca announced they will explore with the Russian Gamaleya Research Institute whether their two adenovirus-based vaccines, AZD1222 and Gam-COVID-Vac, could be combined to give improved protection levels. Clinical trials are expected to start in Russia before the end of 2020. “Astra’s lawsuit alleged Bildman sexually harassed and intimidated employees, used company funds for yachts and prostitutes, destroyed documents and records, and concocted “tales of conspiracy involving ex-KGB agents and competitors. ” – source

AstraZeneca PLC

AstraZeneca é uma empresa criminosa e fraudulenta: Seroquel : In April 2010 AstraZeneca settled a qui tam lawsuit brought by Stefan P. Kruszewski for US$520 million to settle allegations that the company defrauded Medicare, Medicaid and other government-funded health care programs in connection with its marketing and promotional practices for the blockbuster atypical antipsychotic, Seroquel. According to the settlement agreement, AstraZeneca targeted its illegal marketing of the anti-psychotic Seroquel towards doctors who do not typically treat schizophrenia or bipolar disorder, such as physicians who treat the elderly, primary care physicians, pediatric and adolescent physicians, and in long-term care facilities and prisons. In March 2011, AstraZeneca settled a lawsuit in the United States totalling US$68.5 million to be divided up to 38 states.

Nexium: In 2007, Marcia Angell, former editor-in-chief of the New England Journal of Medicine and a lecturer in social medicine at the Harvard Medical School, said in Stern, a German-language weekly newsmagazine, that AstraZeneca’s scientists had misrepresented their research on the drug’s efficiency, saying “Instead of using presumably comparable doses [of each drug], the company’s scientists used Nexium in higher dosages. They compared 20 and 40 mg Nexium with 20 mg Prilosec. With the cards having been marked in that way, Nexium looked like an improvement – which however was only small and shown in only two of the three studies.

Bildman fraud, and faithless servant clawback: On 4 February 1998, Astra USA sued Lars Bildman, its former president and chief executive officer, seeking US$15 million for defrauding the company. The sum included US$2.3 million in company funds he allegedly used to fix up three of his homes, plus money the company paid as the result of the EEOC investigation. Astra’s lawsuit alleged Bildman sexually harassed and intimidated employees, used company funds for yachts and prostitutes, destroyed documents and records, and concocted “tales of conspiracy involving ex-KGB agents and competitors. This was in a last-ditch effort to distract attention from the real wrongdoer, Bildman himself.” Bildman had already pleaded guilty in US District Court for failing to report more than US$1 million in income on his tax returns; in addition, several female co-workers filed personal sexual-harassment lawsuits.

Dan Markingson committed suicide: In 2004, University of Minnesota research participant Dan Markingson committed suicide while enrolled in an industry-sponsored pharmaceutical trial comparing three FDA-approved atypical antipsychotics: Seroquel (quetiapine), Zyprexa (olanzapine), and Risperdal (risperidone). University of Minnesota Professor of Bioethics Carl Elliott noted that Markingson was enrolled in the study against the wishes of his mother, Mary Weiss, and that he was forced to choose between enrolling in the study or being involuntarily committed to a state mental institution.

A 2005 FDA investigation cleared the university. Nonetheless, controversy around the case has continued. A Mother Jones article resulted in a group of university faculty members sending a public letter to the university Board of Regents urging an external investigation into Markingson’s death.

Transfer mispricing: In 2010, AstraZeneca agreed to pay £505 million to settle a UK tax dispute related to transfer mispricing. – source

Vacina AZD1222: On 8 September 2020, AstraZeneca announced a global halt to the vaccine trial while a possible adverse reaction in a participant in the United Kingdom was investigated. On 13 September, AstraZeneca and the University of Oxford resumed clinical trials in the United Kingdom after regulators concluded it was safe to do so. AstraZeneca was criticized for vaccine safety after concerns from experts noting the company’s refusal to provide details about serious neurological illnesses in two participants who received the experimental vaccine in Britain. While the trial resumed in the UK, Brazil, South Africa, Japan and India, it remained on pause in the US till 23 October 2020 while the FDA investigated a patient illness that triggered the clinical hold, according to the HHS Secretary Alex Azar. – source

On 23 November 2020, Oxford University and AstraZeneca announced interim results from the vaccine’s ongoing phase 3 trials. There was criticism of the methods used in the report, which combined results of 62% and 90% from different groups of test subjects given different dosages to arrive at a 70% figure. AstraZeneca said it would carry out a further multi-country trial using the lower dose which had led to a 90% claim.source

Moderna

Moderna Therapeutics

Moderna’s technology platform inserts synthetic nucleoside-modified mRNA (modRNA) into human cells. This mRNA then reprograms the cells to prompt immune responses. It is a novel technique, previously abandoned due to the side effects of inserting mRNA into cells.[10][11][12]

In March 2013, Moderna and AstraZeneca signed a five-year exclusive option agreement to discover, develop, and commercialize mRNA for treatments in the therapeutic areas of cardiovascular, metabolic, and renal diseases, and selected targets for cancer. The agreement included a $240 million upfront payment to Moderna, a payment that was “one of the largest ever initial payments in a pharmaceutical industry licensing deal that does not involve a drug already being tested in clinical trials”,[20] and an 8% share in Moderna.[19] As of May 2020, only one candidate has passed Phase I trials, a treatment for myocardial ischemia, labelled AZD8601.[a][23]source

In January 2014, Moderna and Alexion Pharmaceuticals entered a $125 million deal for orphan diseases in need of therapies. Alexion paid Moderna $100 million for 10 product options to develop rare-disease treatments, including for Crigler-Najjar syndrome, using Moderna’s mRNA therapeutics platform.[24] By 2016, Bancel told an audience of JPMorgan Chase investors that the work with Alexion would shortly enter human trials. However, by 2017, the program with Alexion had been scrapped as the animal trials showed that Moderna’s treatment would never be safe enough for use in humans.[10][12]source

In 2014, after disappointing standalone therapeutic trials,[b] Moderna moved to focus on mRNA vaccines given that, efficacy issues aside, mRNA will always stimulate a level of antibody development in subjects. The change in strategy had risk given the materially lower margins of vaccine development (called “loss-leaders” by some Moderna employees),[9] with some senior employees and industry experts questioning the future viability of the company.[9][12] Rossi left the company.[9]source

In February 2016, an op-ed in Nature criticized Moderna for not publishing any peer-reviewed papers on its technology, unlike most other emerging and established biotech companies, and compared its approach to that of the controversially failed Theranos.[26] In September 2018, Thrillist published article titled, “Why This Secretive Tech Start-Up Could Be The Next Theranos”,[27] criticizing its reputation for secrecy and the absence of scientific validation or independent peer-review of its research, though having the highest valuation of any U.S. private biotech company at more than $5 billion.[10][11] A former Moderna scientist told Stat: “It’s a case of the emperor’s new clothes. They’re running an investment firm, and then hopefully it also develops a drug that’s successful”.[10]source

In 2018, the company rebranded as “Moderna Inc.” with the ticker symbol MRNA, and further increased its portfolio of vaccine development.[9] In December 2018, Moderna became the largest biotech initial public offering in history, raising $621 million (27 million shares at $23 per share) on NASDAQ, and implying an overall valuation of $7.5 billion for the entire company.[28][29] The year-end 2019 SEC filings showed that Moderna had accumulated losses of $1.5 billion since inception, with a loss of $514 million in 2019 alone, and had raised $3.2 billion in equity since 2010.[9][19] As of December 2020, Moderna was valued at $60 billion.[30]source

In March 2020, in a White House meeting between the Trump administration and pharmaceutical executives, Bancel told the president that Moderna could have a COVID-19 vaccine ready in a few months.[9] The next day, the FDA approved clinical trials for the Moderna vaccine candidate, with Moderna later receiving investment of $483 million from Operation Warp Speed.[9] Moderna board member, Moncef Slaoui, was appointed head scientist for the Operation Warp Speed project.[9]source

Moncef Mohamed Slaoui[1] (Moroccan Arabic: منصف السلاوي‎, born July 22, 1959) is a Moroccan-born Belgian-American researcher and former head of GlaxoSmithKline‘s vaccines department.[2] He worked at the company for thirty years, retiring in 2017. On May 15, 2020, President Donald Trump announced that Slaoui would manage the U.S. government’s development of a vaccine used to treat coronavirus disease in Operation Warp Speed.[3]source

Sionists of the Synagogue of Satan, os que dizem ser judeus e não são!

Slaoui co-authored more than 100 research papers.[12] In April 2013, he co-wrote a paper with several other GSK heads that introduced the term “electroceuticalto broadly encompass medical devices that use electrical, mechanical, or light stimulation to affect electrical signaling in relevant tissue types.[13] In July 2013, he wrote an op-ed in the Huffington Post entitled “It’s Time to Further Incentivize Medical Innovation”, in which he outlined three recommendations to improve the effectiveness of the pharmaceutical industry.[14]

In 1988, after consulting for SmithKline-RIT for three years, Slaoui joined the company as a vaccine researcher.[5][7] In 2006, he was appointed head of research and development at GlaxoSmithKline, succeeding Tachi Yamada.[15][16] In 2007, he announced plans to establish a neurosciences research group in Shanghai that would employ a thousand scientists and cost $100 million; it ceased operations in August 2017.[17] In 2008, Slaoui led the $720 million acquisition of Sirtris Pharmaceuticals, which folded in 2013. In 2012, he oversaw GSK’s purchase of Human Genome Sciences for over $3 billion.[18] The Slaoui Center for Vaccines Research in Rockville, Maryland—named after Slaoui and GSK’s first research and development institute in the United States—was opened on December 14, 2016.[19][20][21]

Slaoui spent thirty years working at GSK.[3] During his time there, Slaoui oversaw the development of numerous vaccines, including Cervarix to prevent cervical cancer, Rotarix to prevent gastroenteritis in children, and an Ebola vaccine.[12] He also spent 27 years researching on a malaria vaccine, Mosquirix, that was approved by the European Medicines Agency in 2015 and touted as the first in the world.[22] In 2016, he discussed GSK’s development of bioelectronic medicine.[23][24] Slaoui left GSK on June 30, 2017.[25] In September 2017, he joined European venture capital firm Medicxi.[26]

vacina Cervarix
vacina Cervarix

Os surtos de Ebola estão a ser causados e transmitidos com vacinas através da Cruz Vermelha para a mobilização de tropas em Africa para que as potências mundiais se apoderem das reservas de petróleo, diamantes, para obrigar os escravos a trabalhar nas minas em condições desumanas, e vacinar à força as populações contaminando-as com a Ebola para manter a doença alastrada e justificar assim a intervenção militar, médica e farmacêutica!

As vacinas são transmissoras de doenças! Um ensaio clínico demonstrou que os vacinados transmitem o vírus da vacina a contatos soronegativos saudáveis!

A vacina ROTARIX é feita com fezes contaminadas que eles dão o subtil nome técnico de human 89-12 strain. Eles injectam literalmente fezes contaminadas no sangue dos bebés recém-nascidos com estas vacinas! Reparem que estas vacinas que dão aos bebés recém-nascidos causam pneumonias!

Não existe nenhum vírus rotavirus gastroenteritis, os sintomas associados ao rotavirus é quando os bebés se alimentam de leite artificial (fórmula infantil farmacológicas que são drogas) e deixam de ser amamentados naturalmente do leite materno das suas mães e passam para uma alimentação industrial que provoca uma reacção imune do corpo dos bebés que é a microbiota do corpo a alterar-se e a adaptar-se à alimentação industrial que provoca uma alteração na flora intestinal e consequentemente no microbioma humano, os sintomas disto é acute and severe diarrhea que é incorrectamente associado a um vírus que não existe, rotavirus gastroenteritis, para venderem vacinas e tratamentos farmacológicos!

In rotaviral gastroenteritis, continued breast-feeding significantly reduces the duration of acute diarrhea, while lactose-free soya feeds do not lead to a significant reduction in the duration of the illness when compared to cow’s milk-formula feeds. Hence, it is concluded that (a) breast-feeding should be continued during an episode of infantile diarrhea, and that (b) empirical use of soya preparations from the time of hospital admission is not justified; however, the latter should be considered in infants whose purging rate goes up or diarrheal disease severity worsens 3 to 4 days after the onset of diarrhea or hospital stay and who are passing significant amounts of reducing sugars in their stool.” – source

Página 12 do folheto informativo da vacina ROTARIX para o rotavirus: CLINICAL PHARMACOLOGY – 12.1 Mechanism of Action: Prior to rotavirus vaccination programs, rotavirus infected nearly all children by the time they were 5 years of age (fórmulas infantil com leite artificial). Severe, dehydrating rotavirus gastroenteritis occurs primarily among children aged 3 to 35 months. Among children up to 3 years of age, approximately 16% of cases before 6 months of age result in hospitalization. The exact immunologic mechanism by which ROTARIX protects against rotavirus gastroenteritis is unknown and a relationship between antibody responses to rotavirus vaccination and protection against rotavirus gastroenteritis has not been established.

Ou seja, as autoridades de saúde andam a vacinar bebés com uma vacina que se desconhece o seu mecanismo imunológico e que não foi estabelecida a relação entre as respostas de anticorpos à vacinação contra rotavírus e a proteção contra gastroenterite por rotavírus! 🤦

As vacinas contra o rotavirus causam o rotavirus porque provocam os sintomas associados ao rotavirus porque essas vacinas contêm fezes contaminadas que provocam problemas gastrointestinais denominados de rotavirus gastroenteritis!

Vaccines are Biological Weapons of Mass Destruction
vacinas para porcos

Porque razão uma vacina vai conter um vírus encontrado em porcos? Eles não dizem o porquê porque obviamente o que eles estão a fazer é a manipular a genética e a estrutura molecular e celular do corpo-humano com estes vírus “inofensivos” encontrados em porcos! Uma mãe ou um pai que deixa o seu filho ser vacinado com uma vacina que contém vírus encontrados em porcos não merece ter filhos! Um médico ou qualquer profissional de saúde que vacina bebés com este tipo de vacinas deve ser imediatamente demitido e preso!

Agora vamos falar da malária e da fraude que é a vacina Mosquirix. A malária não é doença infecciosa nenhuma! A malária é uma reacção natural às picadelas dos mosquitos que são vacinas naturais que a natureza usa para o processo de limpeza, degradação e regeneração e para fortalecer o plasma sanguíneo e o sistema imunitário e por isso é que a maior parte dos africanos são imunes à malária, os africanos não morrem de malária, morrem de fome e desnutridos! As doenças são uma fraude e o conceito de doença foi deturpado pela indústria militar, médica e farmacêutica para vender vacinas, fármacos, diagnósticos, tratamentos e para financiar a construção de hospitais e organizações criminosas como a cruz vermelha que são braços armados de invasão e colonização para tráfico de sangue, fluídos humanos (minerais que eles capturam nos fluídos humanos através das redes de saneamento), tecidos corporais, células estaminais e órgãos para tráfico de órgãos!

Os sintomas da malária são exactamente os principais sintomas de uma vacina: febre, fadiga, vómitos e dores de cabeça! A natureza não é estúpida! A indústria militar, médica e farmacêutica (que são alienígenas invasores planetários, são a verdadeira praga) inventou uma doença (malária) para terem um pretexto de entrar com a cruz vermelha e com os hospitais em Africa para vacinar as populações nativas todas (para as adoecer, enfraquecer e manipular a sua genética) e para traficar sangue, tecidos e órgãos das populações africanas!

É tudo mentira o que a ciência diz da malária, o que causa a contaminação do fígado são as vacinas e os fármacos e não a malária, são as vacinas e os fármacos que sobrecarregam e intoxicam o figado com substâncias patógenas, não são as fêmeas dos mosquitos (e tinham quer ser fêmeas, eles culpam as fêmeas por todos os males). Eles vacinam as pessoas com substâncias patógenas e xenobióticos que se acumulam no fígado e depois atribuem essa contaminação do figado a causas naturais para continuarem a vender mais vacinas, fármacos e tratamentos!

A teoria oficial das origens da malária diz-nos que: “Embora o parasita responsável pela malária falciparum exista há 50 000-100 000 anos, só há cerca de 10 000 anos é que a sua população aumentou, impulsionada pelo desenvolvimento da agricultura e o surgimento das primeiras cidades. A presença de parentes dos parasitas da malária humana em chimpanzés continua a ser comum. Algumas evidências sugerem que a malária falciparum possa ter origem em gorilas.” Esta explicação oficial das origens da malária é mentira! Africa não tem muitas cidades nem agricultura e tem o maior número de casos de malária! A malária falciparum é uma bactéria, Bacillus malariae, que é uma das bacterias responsáveis pela decomposição orgânica, e por isso é que a malária sempre foi associada a águas paradas, pântanos e com matéria em decomposição que os antigos denominavam de miasma, maus ares, foi daqui que surgiu o termo malária. Foram os romanos que chamaram a doença de “malária”, mala para o mal e ária para o ar, pois acreditavam que a doença era transmitida por ar contaminado, ou miasma. O termo malária tem origem no italiano medieval mala aria, ou “maus ares“; a doença era anteriormente denominada “ague” ou “febre dos pântanos” devido à sua associação com os terrenos alagados.[115] A malária era comum em grande parte da Europa e da América do Norte,[116] onde já não é endémica,[117] embora continuem a ser registados casos importados.[118]

Ou seja, a malária é provocada por causa de águas paradas porque as águas paradas começam naturalmente a decompor matéria orgânica usando bactérias para esse processo natural! Por isso é que querem destruir os Eucaliptos com a mentira de que os Eucaliptos suagam a água toda, pois sugam e ainda bem pois distribuem essa água pelos ecossistemas subterrâneos alimentando todas as espécies essenciais à vida e mantêm as águas em movimento, os Eucaliptos drenam naturalmente as águas e impedem a formação de pântanos e de águas paradas, águas paradas que potenciam a propagação de bactérias patógenas como a Bacillus malariae que é a bactéria causadora da malária. Árvores grandes com raízes profundas como os eucaliptos e os pinheiros impedem a acumulação de águas nutrindo todos os ecossistemas nos solos e nos sub-solos e prevenindo muitas doenças porque impedem a proliferação de bactérias causadoras de doenças. E as barragens são um crime ambiental e um atentado á saúde humana, animal e um atentado à saúde de todos os ecossistemas porque as barragens bloqueiam a livre circulação da água potenciando as secas, as águas paradas e a consequente proliferação de doenças e pandemias! As barragens são armas alienígenas para bloquear o elemento matriz da natureza, a água, que é o elemento mais importante que faz a fusão de todos os outros elementos naturais e por isso é que não pode ser parada!

E como nós sabemos a indústria militar, médica e farmacêutica é obcecada pelos processos da natureza, e tudo o que faz é para imitar a natureza e usar esses processos naturais como armas biológicas manipuladas em laboratório para esse efeito, e as bactérias responsáveis pela degradação da matéria orgânica como a bactéria responsável pelos casos mais graves de malária, a bactéria Bacillus malariae, deve estar a ser usada em armas biológicas pelo complexo militar, médico e farmacêutico! Eles fazem sempre isso! E muito provavelmente essas bactérias estão a ser disseminadas na água e em mosquitos ou outros insectos manipulados para esse efeito para propagar pragas e pandemias que depois eles atribuem a causas naturais ou a alterações climáticas.

Tal como aqui mostrei, é possível que a COVID-19 seja um desses ataques biológicos fazendo uso de bactérias manipuladas para esse efeito e que são espalhadas na água que se evaporam no ar quente e que dessa forma se transmitem pelo ar quente como nos pântanos que libertam vapores quentes, por isso a única forma de propagação deste vírus COVID-19 ou de qualquer outro vírus (que na minha opinião não é vírus nenhum, são bactérias) é através do ar quente e de temperaturas quentes tal como aqui, aqui, aqui e aqui mostrei.

A Indaqua e a ERSAR são Organizações Terroristas que andam a contaminar a água pública com bactérias coliformes causadoras de doenças!

A principal arma da indústria militar, médica e farmacêutica para transmitir doenças são insectos e bactérias coliformes causadoras de doenças em águas paradas e temperaturas quentes! Não é possível transmitir doenças com temperaturas frias e por isso é que a pandemia COVID-19 foi alastrada e atingiu os valores máximos em períodos muito quentes no Verão de 2020 porque estas bactérias ou bacteriófagos precisam de temperaturas quentes para se proliferar e se deslocar no ar quente. Por isso é que não há mosquitos nem moscas em épocas frias porque esses insectos alimentam-se nas épocas quentes e morrem nas épocas frias porque são insectos controladores de pragas que fazem parte do mecanismo natural de decomposição da matéria orgânica evitando a proliferação de bactérias coliformes e outros micro-organismos patógenos, nós temos que devolver à Terra o que tiramos dela e a natureza usa mecanismos naturais de correcção para manter esse equilíbrio entre o que tiramos e o que devolvemos:

https://odiariodeumet.wordpress.com/2020/02/21/o-caso-dos-caes-subnutridos-do-cavaleiro-joao-moura-e-um-caso-fabricado-pelas-autoridades-judiciais-e-militares-da-gnr-para-obterem-poder-absoluto-que-lhes-permita-multar-e-prender-as-pess/#comment-6628

águas paradas e quentes são transmissoras de agentes causadores de doenças

A vacina para a malária é uma fraude! A próprio farmacêutica admite que a vacina não é eficaz: “A vacina não fornece proteção completa contra a malária causada por P. falciparum por isso o seu filho pode ainda ficar doente com malária. Além disso, a proteção oferecida pelo Mosquirix diminuirá após a terceira e quarta doses.” – source

bitch da ReiThera: Dizer ou fazer outra vez o que já se disse ou fez uma ou mais vezes
“reiterar”

Referências:

Vaccines and Related Biological Products Advisory Committee MeetingDecember 17, 2020

ROTARIX (Rotavirus Vaccine, Live, Oral)

Mosquirix powder and suspension for suspension for injection

Summary of risk management plan for Mosquirix (Plasmodium falciparumand hepatitis B vaccine (recombinant, adjuvanted))

Dr. Moncef Slaoui: Trump’s Arab-American Head of ‘Warp Speed’ Covid-19 Vaccine Effort

Profile: Dr. Moncef Slaoui, America’s Arab ‘Coronavirus vaccine czar’

As vacinas para a COVID-19, os fármacos, os suplementos vitamínicos, os alimentos moleculares, a retirada do açúcar e do sal dos alimentos, a desmineralização da água e dos alimentos e a diabolização dos hidratos de carbono é uma agenda alienígena para deixar os corpos sem energia e vulneráveis a ataques biológicos para serem facilmente manipulados geneticamente e possuídos pelo sistema nervoso central com o objectivo de ligar as células corporais aos super-computadores pela Smart Grid para que os corpos possam ser monitorizados e controlados à distância e em tempo real pela inteligência artificial

Todas as agendas convergem para a manipulação genética porque é através da manipulação genética que essas bestas científicas manipulam todos os processos bioquímicos para nos controlar a nível molecular e celular (Bio Hacking). E se não conseguirem manipular a genética e a biologia molecular e celular pelas vacinas e fármacos manipulam pelos suplementos farmacêuticos e pela comida molecular (alimentos geneticamente modificados), a agenda é a mesma, retirar os açúcares e os sais minerais aos alimentos (hidratos de carbono) e alterar a composição química dos aminoácidos (compostos químicos orgânicos nitrogenados derivados do amoníaco) eles querem separar o nitrogénio e o hidrogénio do carbono (neutralidade carbónica) para nos deixar sem energia e sem potência celular para nos conseguirem ligar a outras moléculas e fibras sintéticas nanotecnológicas (transhumanismo), eles querem-nos retirar energia, enfraquecer o nosso cérebro e sistema imunitário e provocar mutações genéticas e doenças para nos tornar dependentes da indústria química, médica e farmacêutica para sobreviver!

As vitaminas não existem na natureza e as proteínas são resíduos de aminoácidos, proteínas são resíduos, ou seja, proteínas são contaminantes que o corpo degrada pelos processos metabólicos para obter energia. As proteínas são resíduos que formam grandes biomoléculas, macromoléculas que o corpo decompõe e degrada através do catabolismo (um dos processos do metabolismo que o corpo usa para obter glicose, energia), mas se as proteínas forem ingeridas em excesso o corpo não as consegue digerir (degradar, catabolizar) porque requer muita energia para o fazer, e para obter essa energia as células têm de ter potencial de repouso para conseguirem ter potencial de acção celular que é o que permite ao corpo efectuar as trocas de energia (metabolismo) e manter o seu equilíbrio dinâmico, homeostase, ou seja, para se manter saudável.

O corpo está preparado para converter resíduos de aminoácidos (proteínas) em energia mas proteínas ingeridas a mais provoca o efeito contrário, défice energético, porque o corpo deixa de conseguir efectuar trocas de energia porque está a usar todas as reservas de energia para digerir, para degradar a matéria orgânica e os resíduos dessa matéria orgânica, proteínas! O corpo tem de ter o seu próprio tempo (bioritmo) e tem de estar em baixo consumo energético (sem ingerir constantemente alimentos durante o dia) para conseguir digerir e degradar a matéria orgânica (catabolismo) para poder obter energia e entrar em alta energética e executar o processo de anabolismo (produção de novas moléculas e células com açúcares, com energia para regeneração celular e molecular) que é o que vai regenerar o corpo com trocas de energia e equilíbrio dinâmico usando como principal combustível hidratos de carbono!

Perante estas evidências científicas facilmente depreendemos que as várias refeições alimentares diárias a que nos habituam a ter desde criança é uma gigantesca fraude à escala global, é doentio, é um esquema fraudulento de negócio para manter os grandes grupos capitalistas de distribuição alimentar a vender constantemente alimentos de que não necessitamos diariamente e que nos adoecem porque atrasam o metabolismo e dificultam as trocas de energia de que o nosso corpo necessita para se manter sempre saudável com trocas constantes de energia, em equilíbrio dinâmico, homeostase, estado de equilíbrio interno.

A maior parte dos alimentos vendidos por esses grandes grupos empresariais de distribuição alimentar são alimentos processados (sofrem processos de alteração química com moléculas grandes e complexas) e não são facilmente convertidos em energia porque não são facilmente digeridos pois requerem uma grande concentração de energia para serem digeridos pelos processos metabólicos e essa energia necessária para os processos metabólicos tem de ser obtida ou pelas reservas de energia corporais ou pelo metabolismo mas para o metabolismo funcionar as células têm de ter potencial de acção que é obtido pelo repouso celular (ex: jejum, o corpo obtém potencial de acção quando repousa, quando entra em descanso, o mesmo é igual para as células desse corpo, potencial de acção celular requer potencial de repouso celular que na prática signfica jejum alimentar e descanso físico), ou seja, o corpo não pode estar sempre a comer constantemente ao longo do dia, o corpo tem de repousar (potencial de repouso celular) para ter energia suficiente para conseguir executar o processo catabólico (digestão) para obtenção de nova energia e dessa forma manter o consequente potencial de acção celular que é o que permite ao corpo obter novamente energia para o armazenamento e as trocas constantes de energia!

Vitaminas e proteínas é uma fraude científica e um esquema fraudulento de negócios para patentear as combinações de átomos de hidratos de carbono (vitaminas) e de resíduos de aminoácidos (proteínas) que acontecem naturalmente na natureza! E não se pode patentear a natureza logo as patentes de vitaminas e proteínas é uma fraude e um negócio fraudulento! A lei das patentes deixa isso claro: Não se considera invenção nem modelo de utilidade: o todo ou parte de seres vivos naturais e materiais biológicos encontrados na natureza, ou ainda que dela isolados, inclusive o genoma ou germoplasma de qualquer ser vivo natural e os processos biológicos naturais.

Não podem ser objecto de modelo de utilidade: a) As invenções cuja exploração comercial for contrária à lei, à ordem pública, à saúde pública e aos bons costumes; b) As invenções que incidam sobre matéria biológica; c) As invenções que incidam sobre substâncias ou processos químicos ou farmacêuticos.

Vitaminas e proteínas são processos biológicos naturais! Não se pode patentear vitaminas nem proteínas nem usá-las como modelo de utilidade! E de acordo com a legislação também não se pode patentear vacinas, alimentos (comida molecular, geneticamente modificada) nem fármacos porque essas invenções não podem ser usadas como modelo de utilidade, ou seja, não podem ser susceptíveis de aplicação industrial!

Além disso, vacinas, drogas (fármacos) e comida molecular (organismos manipulados geneticamente) são invenções cuja exploração comercial é contrário à lei, à ordem pública, à saúde pública e aos bons costumes! Como podem ver o poder legislativo, executivo e judicial é cúmplice de crime organizado científico e industrial porque redigem essas leis mas só as usam quando lhes convém (justiça parcial e condicional que não é justiça nenhuma) eles limpam o cu a essas leis porque o dinheiro e os interesses farmacêuticos e políticos falam mais alto do que a Justiça! O mundo é gerido por este tipo de gentalha criminosa, corrupta, incompetente, falsa, mentirosa, subornável e psicopata!

Millions of elderly and vulnerable will get free Vitamin D from government as evidence grows that it helps in battle against Covid-19

Os suplementos são drogas desenvolvidas por laboratórios da indústria farmacêutica. A indústria farmacêutica não é contra os suplementos porque é a própria indústria farmacêutica que os desenvolve nos seus laboratórios! Suplementos é oposição controlada da indústria farmacêutica! Divide para conquistar.

Ninguém dá nada a ninguém muito menos os governos e farmacêuticas, é óbvio que se os governos querem que as populações tomem suplementos (drogas) é porque eles estão a fazer alguma experiência científica com esses suplementos e querem usar as pessoas como cobaias mas para isso têm de convencer as pessoas que aquilo que as farmacêuticas e os governos querem fazer é para o bem delas. E o que eles querem fazer é muito simples, eles querem habituar os corpos a depender de suplementos, de drogas, para sobreviver. Eles querem viciar e manipular os processos bioquímicos dos corpos com suplementos, fármacos e vacinas para atrofiar, viciar e enfraquecer os sistemas corporais e tornar os processos bioquímicos corporais dependentes de drogas e suplementos para obter energia e funcionar correctamente! Ou seja, o corpo deixa de conseguir obter energia por ele próprio! Bio hacking!

Eles estão a manipular a estrutura química e genética de todos os seres-vivos em todo o mundo através da geo-engenharia, alimentos geneticamente modificados e produtos farmacêuticos seja sob a forma de vacinas, fármacos ou suplementos. Além disso nós não sabemos o que fazem nos laboratórios da indústria química e farmacêutica, nós não sabemos quem manipula, com que intenções e quais os processos de manipulação genética envolvidos e quais os constituintes dessa comida molecular (pílulas, organismos geneticamente manipulados).

Eles podem muito bem incorporar nanotecnologia para executar determinadas funções no nosso corpo. Aliás, todos os organismos geneticamente modificados têm nanotecnologia (bacteriófagos e ADN artificial, mRNA) porque a única forma de manipular geneticamente um organismo é com nanotecnologia pois é isso que significa manipulação (intervir no desenvolvimento de determinado sistema ou processo com vista à alteração da sua evolução natural) isso é feito com biotecnologia usando nanotecnologia pois de outra forma não há manipulação, há uma adaptação e alteração genética natural dos processos bioquímicos e evolutivos executados pela própria natureza e não manipulados pelo homem. O homem fode tudo em que mexe!

Um dos argumentos que os governos (a mando das farmacêuticas) dizem para justificar os suplementos vitamínicos como a vitamina D que eles querem dar às populações para a prevenção e tratamento de sintomas associados a doenças como a COVID-19 é que as pessoas têm défice de vitamina D e esses suplementos vitamínicos como a vitamina D (calciferol) ajudam a prevenir a deficiência de vitamina D e a manter os níveis normais de cálcio no sangue para manter os ossos e músculos saudáveis. Isso é mentira, como vamos ver de seguida:

A vitamina D (calciferol) são esteróides, ou seja, são lípidos com colesterol, o colesterol é uma substância fundamental na formação dos esteroides, ou seja, a vitamina D são compostos orgânicos (hidratos de carbono) solúveis em gordura (lipossolúveis) que aumentam a absorção dos minerais (como o cálcio) pelo corpo. Mas o cálcio não pode ser absorvido em demasia porque senão tem o efeito contrário e o corpo fica calcificado e viciado em esteróides (drogas) para obter cálcio e outros minerais e deixa de responder à sua própria programação e mecanismos, fica calcificado (excesso de cálcio no sangue) e desmineralizado porque deixa de conseguir fazer a troca de cálcio e dos restantes minerais entre os ossos e o sangue porque fica dependente desses esteróides (suplementos de vitamina D, vacinas, fármacos) para regular os níveis de cálcio e de mineralização do corpo. Ou seja, o que eles estão a fazer é bio hacking!

Eles estão a manipular o nosso corpo para que ele não se consiga mais regenerar por ele próprio, para que deixe de conseguir ser mineralizado naturalmente, para que não dependa dos seus próprios programas e processos bioquímicos e não execute as suas próprias instruções para ficar dependente de programas e processos externos, de drogas da indústria química, médica e farmacêutica!

Além disso os argumentos invocados para usar os suplementos de vitamina D são falsos porque os sintomas COVID-19 são essencialmente respiratórios e digestivos e não ósseos nem musculares! Eles estão a fazer algo com o cálcio usando esses esteróides de vitamina D (suplementos, fármacos e vacinas) para aumentar os níveis de cálcio no sangue e impedir a mineralização do corpo porque um corpo com elevados níveis de cálcio no sangue fica calcificado, ou seja, fica obstruído, os níveis de cálcio no sangue têm de estar em equilíbrio com os níveis de cálcio nos ossos porque senão o corpo fica calcificado porque fica com excesso de cálcio e o corpo deixa de se conseguir regenerar porque não consegue fazer a troca de energia e o sangue não é renovado, com excesso de cálcio no sangue os ossos não se conseguem regenerar porque não se conseguem mineralizar e o sangue não se consegue renovar! É isso que eles estão a fazer com esses suplementos vitamínicos, proteínas, fármacos e vacinas, é para impedir a absorção e re-absorção dos minerais no organismo e calcificar o corpo para impedir a sua regeneração óssea e consequentemente sanguínea e corporal! Bio hacking!

O que eles estão a fazer com os suplementos vitamínicos, proteínas, fármacos e vacinas, e com a enorme campanha de diabolização dos hidratos de carbono, açúcares, a retirada do sal, do açúcar e dos minerais dos alimentos e da água, é uma colonização e manipulação genética, molecular e celular que envolve fibras (eles querem fibras porque precisam de fibras para o transhumanismo, eles precisam de fibras para ligar os corpos à máquina, para o body-computer-interface), e requer excesso de cálcio no sangue para calcificar o corpo e parar a troca de energia bloqueando a mineralização e a regeneração corporal, e também requer o uso de nanopartículas (bacteriófagos com mRNA e L-arabinose para a manipulação genética, como as vacinas mRNA da COVID-19) e requer elevados níveis de glycoproteínas com esses suplementos vitamínicos e proteicos para potenciar a colonização das nanopartículas e fibras nanotecnológicas no corpo!

Ou seja, eu já sei o que eles estão a fazer com o cálcio e com as fibras nano-tecnológicas, eles estão a calcificar as fibras nano-tecnológicas nos ossos para alterar a estrutura molecular do sangue e consequentemente do corpo-humano para ligar o corpo-humano à inteligência artificial, ou seja, na prática essas fibras nano-tecnológicas ficam calcificadas nos ossos e começam a alterar a própria composição química dos ossos que é onde o sangue nasce e dessa forma alteram todo o sangue com nanopartículas e células com a programação genética artificial e manipulada (mRNA, vacinas mRNA) de que eles necessitam para controlar o corpo com a Smart Grid e a inteligência artificial. Eles estão a criar bionics, cyborgs, zombies, escravos perfeitos comandados à distância!

A venda e distribuição desses suplementos de vitamina D e proteínas é para funcionar juntamente com as vacinas COVID-19, está tudo inter-ligado porque eles precisam que o sangue tenha elevadas concentrações de cálcio porque o cálcio actua como mensageiro de receptores celulares (mRNA vaccines funcionam com nanopartículas, bacteriófagos, que só conseguem passar a informação viral para dentro das células com receptores celulares através das spike proteins), ou seja, eles precisam de níveis elevados de cálcio e proteínas no sangue, que não é saudável porque os níveis de cálcio no sangue e nos ossos tem de estar em equilíbrio e as proteínas são resíduos de aminoácidos, ou seja, proteínas são contaminantes!

O corpo não precisa de proteínas, o corpo precisa de açúcares, sais minerais, hidratos de carbono, lípidos (gorduras) e aminoácidos (moléculas com nitrogénio). O corpo consegue converter as proteínas em energia (glicose) porque o corpo-humano é uma máquina perfeita que consegue converter todo o tipo de resíduos em energia, mas o corpo-humano não precisa de proteínas porque não foi desenhado nem programado para se alimentar de resíduos mas sim directamente de hidratos de carbono que é a principal fonte de energia corporal e o melhor combustível para as células!

“Outro uso prático do composto Fosfato de cálcio é na transfecção de genes. Os íons de cálcio podem fazer com que uma célula apropriada aceite que genes exógenos entrem na célula por difusão. Um posterior choque térmico induz a célula a reparar-se.”

Eles precisam de fosfato de cálcio (fósforo e cálcio) para a manipulação genética, para a colonização genética, para o transhumanismo. Por isso é que grandes grupos alimentares como o Pingo Doce da Jerónimo Martins (Unilever) andam a vender leite manipulado genéticamente com cálcio e fósforo (fosfato de cálcio):

O Pingo Doce é grupo de terrorismo e crime organizado que manipula os alimentos para serem usados como armas biológicas!

O Pingo Doce é grupo de terrorismo e crime organizado que manipula os alimentos para serem usados como armas biológicas!

Eles estão a fazer uma transfecção de genes principalmente nas crianças, introdução intencional de ácidos nucleicos nas células, é o que eles estão a fazer com os alimentos geneticamente modificados e com as vacinas mRNA, fármacos e suplementos vitamínicos, é para manipulação genética, molecular e celular e para isso precisam de fosfato de cálcio, de cálcio e fósforo em excesso no sangue para os genes exógenos (genes com origem no exterior, vacinas, fármacos, suplementos e alimentos manipulados geneticamente) conseguirem invadir e colonizar as células por difusão.

O cálcio nos ossos deve estar em equilíbrio com o cálcio no sangue, a regulação do cálcio plasmático é controlada por um complexo sistema fisiológico hormonal envolvendo a hormona (sinalizador celular e mensageiro químico) da glândula paratireóide (PTH). Reparem bem no que eles estão a fazer, estão a desligar (atrofiar, bloquear) as glândulas paratiróides (que são as glândulas dos chakras, dos vórtices de energia do corpo-humano), estas são as glândulas endócrinas mais importantes do corpo porque são estas glândulas que mantêm as trocas de energia e os processos bioquímicos de todos os sistemas corporais a funcionar correctamente! Eles estão a fazer bio hacking ao corpo-humano! Estas glândulas paratiróides sintetizam e libertam no sangue a hormona paratormona que regulam os níveis sanguíneos do cálcio e de fósforo no organismo.

“A função principal das paratiroides é manter o nível de cálcio no sangue dentro do estreito limite apropriado ao funcionamento dos sistemas nervoso e muscular. Receptores de cálcio na glândula são ativados quando este elemento atinge determinado nível, libertando a paratormona na corrente sanguínea.”

Agora reparem nisto: A secreção da glândula paratireóide (PTH) é inibida por elevadas concentrações de cálcio e promovida pelas baixas concentrações!

O que é que esses suplementos de vitamina D e esses alimentos como o leite do pingo doce com cálcio e fósforo vão fazer ao corpo? Vão provocar elevadas concentrações de cálcio no sangue inibindo a secreção da glândula paratireóide (PTH) e deixar o corpo dependente de suplementos (drogas) para regular os níveis de cálcio, de mineralização e de energia corporal!

Ou seja, na prática eles estão a desactivar o sistema endócrino e imunitário do corpo-humano para conseguirem invadir e apoderar-se do sistema nervoso central que é o comando central do corpo! Bio Hacking! Eles estão a aumentar os níveis de cálcio de forma forçada com suplementos de vitaminas, ou seja, esteróides, drogas, para inibir a segregação dessa hormona Parathyroid (PTH) que é responsável pelo processo de regeneração óssea (bone remodeling) e a consequente regeneração do sangue!

PTH is secreted in response to low blood serum calcium (Ca2+) levels. Ou seja, o que eles estão a fazer é impedir que o corpo-humano use os seus próprios mecanismos de regulação do cálcio entre os ossos e o sangue através dessa hormona Parathyroid que elevadas concentrações de cálcio no sangue inibem a segregação dessa hormona deixando o corpo dependente de cálcio externo sob a forma de suplementos alimentares, fármacos ou vacinas! Ou seja, eles querem desactivar o sistema endócrino hormonal do corpo-humano! Bio Hacking!

O corpo tem de ir buscar o cálcio directamente aos ossos e aos alimentos naturais e não a suplementos nem a drogas! O cálcio dos ossos tem de ser regulado por essa hormona PTH (sinalizador celular e mensageiro químico) para manter os níveis de cálcio no sangue dentro dos limites saudáveis e necessários de acordo com a estrutura óssea de cada corpo! O cálcio em excesso inibe a segregação dessa hormona que é essencial para a regeneração óssea e para regular os níveis de cálcio no organismo, e por outro lado a carência de cálcio é prejudicial porque a estrutura óssea e o sangue necessitam de cálcio.

O que eles fazem é jogar com as doses (a toxicidade está na dose), vendem e promovem o consumo de cálcio em excesso com os suplementos e o leite em excesso e por outro lado dizem que o leite e o consumo de cálcio faz mal (dividir para conquistar), deixam as pessoas confusas, divididas e nos extremos, umas deixam de consumir produtos ricos em cálcio como o leite e os produtos lácteos (que é saudável em pequenas doses) e outros continuam a consumir cálcio em excesso e a tomar suplementos, o resultado é o mesmo, mau funcionamento do sistema hormonal que tem como consequências: disfunções e doenças! Disorders that yield too little or too much PTH, such as hypoparathyroidism, hyperparathyroidism, and paraneoplastic syndromes can cause bone disease, hypocalcaemia, and hypercalcaemia.

É isso que eles estão a fazer, usam suplementos e tratamentos médicos e farmacêuticos em nome de uma falsa saúde para manipular o corpo-humano, bio hacking. O principal que eles atacam é o sistema endócrino e a hormona Parathyroid porque é a hormona responsável por regular os níveis de cálcio e pela produção natural dos processos biológicos e reacções químicas do próprio corpo denominadas como “vitamina D” que é o que mantém o corpo a regenerar-se constantemente e o sangue com os correctos níveis de pH e desintoxicado que é o que vai potenciar o sistema imunitário e manter o corpo funcional e saudável.

Recentemente descoberto, um gene sobreposto (dentro de outro gene) pode ter sido o grande vilão na alta propagação do novo coronavírus

Não existem genes sobrepostos (misteriosos) do coronavírus porque não existe vírus nenhum! COVID-19 é um ataque com nanopartículas (bacteriófagos) e fósforo branco, não é vírus nenhum!

Eles querem-nos fazer crer que o vírus COVID-19 existe e que sofre mutações e sobreposições de genes porque o objectivo final dessas bestas científicas é vacinar-nos e medicar-nos constantemente em nome de um vírus que não existe e pior ainda, em nome de mentiras e fraudes científicas sobre sobreposições e mutações de vírus que não existem, tal como aqui já expus!

Nós estamos perante a última jogada desesperada do complexo industrial militar, médico e farmacêutico para tentarem manter o controlo planetário, antes do seu completo extermínio tal como profetizado pelo Novo Testamento de Cristo! Eles tencionam manter-nos totalmente dependentes da indústria militar, química, médica e farmacêutica que é onde todas as agendas vão parar!

Ou seja, como as mutações dos vírus já não pega porque já foi exposto que não existem mutações de vírus, mutações de vírus é uma fraude científica porque vírus não têm células nem vida para sofrer mutações, eles inventaram uma nova fraude científica, genes sobrepostos do vírus, quando na realidade todo o gene sofre sobreposições constantes, chama-se a isso evolução genética!

E pior ainda, onde é que anda a comunidade científica a desmascarar todos esses desgraçados criminosos? Não existe nenhum vírus COVID-19 que sofre mutações com genes sobrepostos, COVID-19 são nanopartículas electrizadas (oxidadas) e com fósforo branco para se manterem suspensas na luz solar durante o dia e caírem ao solo durante a noite porque são atraídas pelas luzes LED da iluminação pública, dos automóveis e das casas!

COVID-19 são nanopartículas com fluorescência e fosforescência (para monitorização dos processos bioquímicos dos corpos) que ao serem inaladas pelo nosso corpo provocam todos os sintomas associados à doença porque o corpo ataca imediatamente essas nanopartículas com reacções imunitárias porque as considera como corpos estranhos, ou seja, agentes patógenos, essas nanopartículas (nanodust, smartdust) provocam bio-luminescência e manipulam a genética do nosso corpo para nos ligarem à inteligência artificial e aos super-computadores através da Smart Grid e da rede wireless 5G. Os sintomas associados à COVID-19 são reacções naturais do sistema imunitário e não um vírus!

Mas esta nova invenção deles (sobreposição de genes) é interessante de desmascarar, na realidade todo o gene é sobreposto porque não existem genes estáticos, o processo de transcrição genética das células é uma sobreposição constante de genes porque o código genético são ressonâncias piezoeléctricas de bases nitrogenadas e açucaradas do ADN (são cristais, guanina, adenina, a citosina e a timina) cujas frequências (ressonâncias) são alteradas através de sobreposição de genes com programação de alto nível (alfabetizada, acústica, ressonâncias induzidas pelo som) com a comunicação social por exemplo, usando a palavra que é luz sob a forma de som, é acústica que altera as ressonâncias dos genes (sobreposição de genes) por vibração, pelo som, ou através de cores, gestos e formas. Os genes estão sempre a sofrer sobreposições porque de outra forma não haveria evolução nenhuma! E a ciência não vai dizer que a evolução biológica (evolucionsimo) é fake news pois não?

Na realidade todos os genes são sobrepostos a cada momento porque nada é estático! A evolução biológica das espécies só é possível com sobreposição de genes!

Também existe a forte possibilidade que o COVID-19 seja uma purga, uma operação mundial de manipulação genética (natural através de uma nebulosa ou provocada artificialmente com armas biológicas) porque as bases nitrogenadas do ADN unem-se com uma molécula de desoxirribose ( C5 H10 O4 ) e com um ácido fosfórico e a atmosfera anda constantemente com fósforo branco suspenso na atmosfera (nanodust) que gera ácido fosfórico! É evidente que estamos perante uma operação de manipulação genética à escala mundial, se é natural ou provocada pelo homem não sei, mas o que sei é que a atmosfera está cada vez mais polarizada, com carga eléctrica, oxidada, seca, reactiva e oxigenada, ou seja, ácida, oxidada pela acção da geo-engenharia, dos radares meteorológicos, antenas de tele-comunicações, 5G e a Smart Grid que são armas de ionização da atmosfera que oxidam o ar, queimam o ar. Por isso é que os sintomas COVID-19 são provocados pelo elevado estado de acidificação (oxidação) dos corpos e do ar!

A minha opinião é que estamos perante duas forças em oposição, uma natural pela acção de nebulosas e outra artificial pela acção do homem com as suas tecnologias e armas biológicas para tentar impedir a evolução natural do planeta e das espécies de vida neste planeta, para tentar impedir que o planeta entre numa nova realidade, numa nova dimensão, num novo espaço, num novo mundo!

Eles estão a provocar polaridades, a jogar com cargas eléctricas para formar moléculas polarizadas: Electrophoresis is used in laboratories to separate macromolecules based on size. The technique applies a negative charge so proteins move towards a positive charge. Electrophoresis is used extensively in DNA, RNA and protein analysis.

Formaldehyde-based crosslinking is exploited in ChIP-on-chip or ChIP-sequencing genomics experiments, where DNA-binding proteins are cross-linked to their cognate binding sites on the chromosome and analyzed to determine what genes are regulated by the proteins. Formaldehyde is also used as a denaturing agent in RNA gel electrophoresis, preventing RNA from forming secondary structures.

Por isso é que eles usam Formaldehyde nas vacinas, para manipulação genética! Agora olhem para isto que é muito importante porque desmascara toda essa falsa teoria de genes sobrepostos do vírus COVID-19, na realidade o próprio processo genético funciona com genes sobrepostos! Todo o funcionamento genético funciona dessa forma, com genes sobrepostos para que a programação genética possa ser actualizada para que haja evolução genética e evolução das espécies! Cada gene é formado por uma sequência específica e ordenada de ácidos nucleicos (ADN e ARN) que codifica um produto funcional específico (isto é, uma proteína ou molécula de ARN). Agora reparem o que realmente são ácidos nucleicos (genes): Os ácidos nucleicos são moléculas gigantes (macromoléculas), formadas por unidades monoméricas menores conhecidas como nucleótidos. Cada nucleótideo, por sua vez, é formado por três partes:

– um açúcar do grupo das pentoses (monossacarídeos com cinco átomos de carbono);
– um radical “fosfato”, derivado da molécula do ácido fosfórico (H3 P O4);
– uma base orgânica nitrogenada.

Ou seja, como é que os genes e o ADN funcionam? Simples, com açúcares, fosfatos (fósforo) e bases orgânicas nitrogenadas (hidratos de carbono ligados ao nitrogénio), o fosfato é para armazenamento de energia e para limpar os genes antigos, é para queimar e destruir os genes anteriores com programação antiga, funciona como um detergente, um ácido fosfórico que vai limpar ou destruir os nucleótidos antigos seja por apresentarem deformações, mutações genéticas prejudiciais ao bom funcionamento celular ou simplesmente por actualização genética (uma nova programação, uma nova geração, um novo código genético que é essencial à evolução das espécies!), a natureza usa o fósforo para queimar e eliminar a anterior programação genética, os nucleótideos antigos! E depois deste processo usa os açúcares (monossacarídeos, hidratos de carbono) e as bases orgânicas nitrogenadas (nitrogénio+carbono) como combustível (energia) para regenerar o ADN com uma nova programação! Tudo isto são processos naturais mas que também podem ser manipulados pelo homem tal como eles estão a fazer com a manipulação genética para rastrear, monitorizar e controlar todos os processos biológicos da natureza para atrasar (controlar) a evolução biológica das espécies!

O sal e o álcool precipitam o ADN (o ADN fica suspenso e facilmente acessível para ser programado naturalmente ou manipulado geneticamente), o ácido fosfórico queima a programação antiga e elimina os genes antigos (para preparar o ADN para a sobreposição de genes) e os açúcares e as bases nitrogenadas regeneram os genes com novos ácidos nucléicos! (sobreposição de genes).

Por isso é que os cavaleiros Nazgûl como o médico brasileiro Lair Ribeiro (e outros médicos) andam a dizer que a frutose (que são açúcares essenciais) e o álcool (precipitação do ADN para a correcção e actualização genética) fazem mal, porque eles sabem disto tudo e precisam de afastar as pessoas de todos os alimentos que anulem o efeito das vacinas e de toda a merda nanotecnológica que nos querem injectar no sangue e que eles andam a espalhar por todo o lado para nos contaminar e nos manipular geneticamente!

O problema não são apenas as vacinas, é o que eles querem fazer com as vacinas, é poder concentrado nas autoridades de saúde e no Estado para possuírem o nosso corpo e nos retirarem o livre arbítrio e nos retirarem a autoridade que nós temos sobre o nosso próprio corpo! Mas eles só conseguem fazer isso ou de forma encoberta (furtiva, mascarada, dissimulada) ou com o nosso consentimento, afastando-nos de determinados alimentos e mantendo as pessoas ignorantes do que realmente se está a passar em várias escalas e a nível biológico.

A síndrome metabólica é outra fraude da máfia médica para afastar as pessoas de alimentos que sejam metabolizados rapidamente, ou seja, digeridos e convertidos rapidamente em energia para o corpo! Eles querem atrasar o metabolismo para nos colonizarem o corpo (manipulação genética, molecular e celular) pelo sistema digestivo e intestino porque quanto mais lento for o metabolismo maior é a capacidade de manipulação genética, molecular e celular do nosso sangue pelas nanopartículas que eles andam a espalhar por todo o lado, na atmosfera, nos fármacos e nos alimentos geneticamente modificados.

Mas essas nanopartículas suspensas no ar que inalamos não conseguem alcançar directamente o nosso sangue (as vacinas conseguem e por isso é que eles querem vacinar todo o mundo) nem conseguem manipular directamente os nossos sistemas corporais nem alcançar o nosso código genético se o nosso corpo tiver um metabolismo rápido! Por isso é que os criminosos da máfia médica e científica andam a diabolizar todos os alimentos energéticos e calóricos como os sacarídeos (açúcares, hidratos de carbono) e os sais minerais, a frutose, a sacarose, o sal, os minerais, as bebidas com altas concentrações de frutose, as bebidas de fruta gaseificadas (porque têm CO2 e frutose) e andam a diabolizar o xarope de milho porque o xarope de milho tem alta concentração de frutose e é muito usado na indústria alimentar que esses criminosos querem destruir para deixar as pessoas e os animais sem energia (desnutridos) e para nos dificultar o acesso a alimentos que o nosso corpo consiga metabolizar rapidamente e obter energia facilmente. Eles querem-nos enfraquecer e nos tornar inférteis, para nos adoecerem e nos matarem lentamente para nós continuarmos a enriquecer a indústria médica e farmacêutica!

Outra fraude médica e científica é a diabetes, a diabetes é uma fraude! A diabetes cura-se com hidratos de carbono, ou seja, com açúcares! A insulina são as “fezes” das células e é segregada naturalmente pelas células quando elas têm energia, glicose (proveniente de açúcares, de hidratos de carbono) no sangue através do processo de Exocitose (digestão celular). A insulina são as fezes da digestão celular e as células para se alimentarem e digerirem o alimento (libertando insulina) precisam de sais minerais e açúcares, principalmente sódio e potássio que os sais minerais e os açúcares têm!

Para haver digestão celular (exocitose) as células têm de comer para obter energia (glicose) através de sais minerais e hidratos de carbono, açúcares! O processo de exocitose tem como função principal eliminar para fora da célula substâncias por ela produzida e resíduos da digestão intracelular, ou seja, fezes celulares das quais se incluem a insulina! A falta de calorias e as substâncias inibidoras de açúcares (energia celular) como a L-arabinose que esses criminosos usam nos fármacos, vacinas e alimentos manipulados com arabinose (adoçante) para inibir a sucrose (principal fonte de glicose e de energia corporal), e a falta de hidratos de carbono e de sais minerais é o que provoca a diabetes porque as células não conseguem produzir insulina (digestão celular) porque não têm comida, energia, açúcares, hidratos de carbono, glicose!

A manipulação genética através das vacinas, fármacos e alimentos geneticamente modificados são armas biológicas que estão a ser desenvolvidas em laboratório através de bactérias como a E.coli e substâncias como a Arabinose para inibir a correcção genética que é feita naturalmente pelo nosso corpo com energia celular através do principal combustível das células, hidratos de carbono usando os açúcares como sucrose e frutose para gerar glicose, a principal fonte de energia celular!

E.coli: a bactéria também pode crescer e ser cultivada facilmente e a baixo custo em laboratório, e tem sido intensamente investigada há mais de 60 anos. Assim, pode-se dizer que a E. coli é o organismo modelo procariota mais estudado, e uma importante espécie no campo da biotecnologia e microbiologia, onde serviu como organismo hóspede para a maioria dos trabalhos sobre o ADN recombinante.

Arabinose: L-arabinopyranose is the six-membered ring form of L-arabinose. It has a role as an Escherichia coli metabolite and a mouse metabolite. Arabinose is an aldopentose – a monosaccharide containing five carbon atoms, and including an aldehyde (CHO) functional group.

The L-arabinose operon, also known as the araBAD operon, has been the subject of much biomolecular research. The operon directs the catabolism of arabinose in E. coli, and it is dynamically activated in the presence of arabinose and the absence of glucose!

In synthetic biology, arabinose is often used as a one-way or reversible switch for protein expression under the Pbad promoter in E. coli. This on-switch can be negated by the presence of glucose or reversed off by the addition of glucose in the culture medium which is a form of catabolite repression.

Bio hacking

Como podem ver o açúcar é um antibiótico natural e corrector genético! É tudo mentira o que dizem do açúcar fazer mal! Por isso é que eles andam a substituir o açúcar por adoçantes sintéticos como a Stevia e o L-arabinose em todo o mundo usando o falso pretexto de ser mais benéfico quando não é, é o contrário, é doentio, adoçantes e alimentos dietéticos que não produzem calorias quando ingeridos são armas biológicas que retiram energia aos corpos (retiram calorias e não geram glicose) para os poderem manipular geneticamente!

Não é possível provocar manipulações e mutações genéticas (células cancerígenas) com um corpo quente por dentro, com energia (glicose), com calorias, com açúcares, hidratado com hidratos de carbono, porque os hidratos de carbono são a principal fonte de energia celular, o que provoca mutações genéticas e células cancerígenas é a programação genética e não o combustível em si (hidratos de carbono, açúcares), o que provoca as mutações e células cancerígenas é o que a célula faz (programação genética) e não o combustível da célula!

Por isso é que eles usam os diagnósticos médicos (nocebos), a comunicação social e os agentes PSYOP de desinformação para programar as nossas células com uma programação negativa e destrutiva com terror e guerra psicológica. Diagnósticos médicos, PSYOP agents e a comunicação social é uma indústria da desgraça que provoca as próprias desgraças por programação celular com sugestão mental e guerra psicológica: dark psychology. Eles programam as nossas células a se destruírem a si próprias e umas às outras com uma programação auto-destrutiva através dos diagnósticos médicos e o terror psicológico disseminado diariamente pela comunicação social e pelos agentes de desinformação fear mongers.

Eles dizem que o açúcar faz mal, faz mal aos cientistas que não conseguem recombinar o ADN (ADN artificial, manipulação genética) na presença de açúcar porque o açúcar dentro do corpo é altamente energético que se metaboliza rapidamente em glicose, a principal fonte de energia celular que liberta água e dióxido de carbono não permitindo a manipulação genética.

O que causa as mutações genéticas e as células cancerígenas é a falta de açúcares e de sais minerais no sangue porque sem sais minerais o corpo não consegue ter condutividade energética nem calórica e sem açúcares o corpo fica sem energia, sem glicose, sem energia celular que deixa as células vulneráveis a mutações genéticas provocadas por factores e ataques externos (transfecção de genes) porque as células ficam sem energia para se defender e tornam-se vulneráveis a invasões e manipulações genéticas por programação externa. E a programação genética é indução de ressonâncias que alteram as frequências de funcionamento celular, ou seja, não importa o meio usado para programação celular (vacinas, fármacos, alimentos, comunicação social, religiões, política, agentes PSYOP, etc), porque a programação genética é definida pelas ressonâncias e frequências em que as células vibram que alteram o seu funcionamento e comunicação celular. E uma coisa muito imporrante: as células de um corpo respondem sempre aos estímulos e comandos do corpo em que estão! Por isso é que todas as guerras e ataques biológicos necessitam sempre de guerra psicológica porque as células de um corpo só respondem às instruções do seu próprio corpo! A única forma de manipular as células de um corpo é manipulando as instruções desse corpo, e isso é feito com controlo mental.

Arabinose (L-arabinose operon) é uma arma biológica para rastreamento, monitorização e controlo dos corpos através de mutações genéticas (mRNA, DNA recombinante, inoculação de ADN artificial) que potenciam o aparecimento de células cancerígenas, e anula-se com açúcares no sangue que se convertem em glicose (a principal fonte de energia do corpo). Por isso é que eles andam a retirar o açúcar aos alimentos e a substituir o açúcar por adoçantes como a stevia e a arabinose que são armas biológicas para acidificar os corpos e potenciar o aparecimento de doenças, eles estão a usar esses adoçantes para acidificar os corpos para os conseguirem manipular geneticamente e controlá-los à distâncias com enzimas fosforescentes e fluorescentes e com o body-computer-interface!

Some organic acid tests check for the presence of arabinose, which may indicate overgrowth of intestinal yeast such as Candida albicans or other yeast/fungus species. Originally commercialized as a sweetener, arabinose is an inhibitor of sucrase, the enzyme that breaks down sucrose into glucose and fructose in the small intestine.

L-arabinose is an FDA approved healthy sweetener with dual functions as a sucrase inhibitor and a prebiotic. The co-production of high-value products such as L-arabinose will be essential to the economic success of next generation biorefineries. Low-cost L-arabinose as a sucrose neutralizer could have a potential market of up to $10 billion/year.

The L-arabinose operon has been a focus for research in molecular biology since 1970, and has been investigated extensively at its genetic, biochemical, physiological and biotechnical levels. The L-arabinose operon has been commonly used in protein expression system, as the araBAD promoter can be used for producing targeted expression under tight regulation. By fusing the araBAD promoter to a gene of interest, the expression of the target gene can be solely regulated by arabinose: for example, the pGLO plasmid contains a Green Fluorescent Protein gene under the control of the PBAD promoter, allowing GFP production to be induced by arabinose.

The pGLO plasmid is an engineered plasmid used in biotechnology as a vector for creating genetically modified organisms. The plasmid contains several reporter genes, most notably the green fluorescent protein (GFP) and the ampicillin resistance gene. GFP was isolated from the jelly fish Aequorea victoria. Because it shares a bidirectional promoter with a gene for metabolizing arabinose, the GFP gene is expressed in the presence of arabinose, which makes the transgenic organism express its fluorescence under UV light. GFP can be induced in bacteria containing the pGLO plasmid by growing them on +arabinose plates. pGLO is made by Bio-Rad Laboratories. – source

The L-arabinose operon, also called the ara or araBAD operon, is an operon required for the breakdown of the five-carbon sugar L-arabinose in Escherichia coli.[1] The L-arabinose operon contains three structural genes: araB, araA, araD (collectively known as araBAD), which encode for three metabolic enzymes that are required for the metabolism of L-arabinose.[2] AraB (ribulokinase), AraA (an isomerase), AraD (an epimerase) produced by these genes catalyse conversion of L-arabinose to an intermediate of the pentose phosphate pathway, D-xylulose-5-phosphate.[2]

The structural genes of the L-arabinose operon are transcribed from a common promoter into a single transcript, a mRNA.[3] The expression of the L-arabinose operon is controlled as a single unit by the product of regulatory gene araC and the catabolite activator protein (CAP)-cAMP complex.[4] The regulator protein AraC is sensitive to the level of arabinose and plays a dual role as both an activator in the presence of arabinose and a repressor in the absence of arabinose to regulate the expression of araBAD.[5] AraC protein not only controls the expression of araBAD but also auto-regulates its own expression at high AraC levels.[6]

Today, the operon is simply defined as a cluster of genes transcribed into a single mRNA molecule. Nevertheless, the development of the concept is considered a landmark event in the history of molecular biology. The first operon to be described was the lac operon in E. coli.[9] The 1965 Nobel Prize in Physiology and Medicine was awarded to François Jacob, André Michel Lwoff and Jacques Monod for their discoveries concerning the operon and virus synthesis.

Operons are also found in viruses such as bacteriophages.[6][7] For example, T7 phages have two operons. The first operon codes for various products, including a special T7 RNA polymerase which can bind to and transcribe the second operon. The second operon includes a lysis gene meant to cause the host cell to burst.[8]

Expression of the araBAD operon is activated in the absence of glucose and in the presence of arabinose. When arabinose is present, both AraC and CAP work together and function as activators.[16]

É isto que eles querem fazer com as vacinas para a COVID-19, e por isso é que andaram a retirar os açúcares dos alimentos e a substituir o açúcar por substâncias facilitadoras à manipulação genética como arabinose e andam a diabolizar os hidratos de carbono para retirar energia ao corpo para que a manipulação genética possa ser executada com facilidade sem resistência do corpo:

CAP act as a transcriptional activator only in the absence of E. coli’s preferred sugar, glucose.[18] When glucose is absent, high level of CAP protein/cAMP complex bind to CAP binding site, a site between araI1 and araO1.[19] Binding of CAP/cAMP is responsible for opening up the DNA loop between araI1 and araO2, increasing the binding affinity of AraC protein for araI2 and thereby promoting RNA polymerase to bind to araBAD promoter to switch on the expression of the araBAD required for metabolising L-arabinose.

L-arabinose operon is composed of structural genes and regulatory regions including the operator region (araO1, araO2) and the initiator region (araI1, araI2).[7] The structural genes, araB, araA and araD, encode enzymes for L-arabinose catabolism. There is also a CAP binding site where CAP-cAMP complex binds to and facilitates catabolite repression, and results in positive regulation of araBAD when the cell is starved of glucose.[8]

Eles querem diminuir os níveis calóricos (reduzir as calorias para retirar energia [glicose] às células para as poderem manipular geneticamente) isso é feito com a retirada dos açúcares dos alimentos e substituí-los por adoçantes e açúcares reduzidos (sem calorias) como a arabinose e o xylose que é um dos principais constituintes da biomassa (matéria morta e queimada) para aumentar os níveis de óxidos (tripple bonds, monóxidos de carbono) na atmosfera e aumentar os níveis de oxidação do ar e dos corpos que é algo que eles necessitam para o transhumanismo, a ligação do corpo à inteligência artificial!

Eles precisam de óxidos (gerador de ácidos) e para isso precisam de reduzir as calorias e substituí-las por açúcares reduzidos capazes de agir como agentes redutores (óxidos) para aumentar o nível de oxidação! Eles estão a alterar a atmosfera e os corpos de toda a natureza para se comportarem como um sistema vampírico, ácido, zombies, autómatos, cyborgs, escravos robotizados e sem energia, sem calorias, sem hidratos de carbono!

A reducing sugar is any sugar that is capable of acting as a reducing agent because it has a free aldehyde group or a free ketone group. A reducing agent (also called a reductant or reducer) is an element or compound that loses (or “donates”) an electron to an electron recipient (oxidizing agent) in a redox chemical reaction. A reducing sugar is one that reduces another compound and is itself oxidized; that is, the carbonyl carbon of the sugar is oxidized to a carboxyl group.

Bio weapons for bio hacking
Green energy sustentável = matar para recilar os corpos = biomassa

A diabetes é provocada quando as células estão obstruídas e não conseguem libertar a insulina porque não conseguem digerir o alimento (hidratos de carbono é o principal combustível celular). É uma obstrução celular que impede a segregação da insulina no sangue porque as células não conseguem metabolizar o seu alimento! A diabetes cura-se quando as células estão desobstruídas e com energia suficiente para conseguirem executar os processos metabólicos, essa energia é obtida pelo principal combustível das células, hidratos de carbono, ou seja, com açúcares para a energia celular e aminoácidos essenciais e lípidos para a desobstrução e regeneração celular!

A insulina são as “fezes” das células e é segregada naturalmente pelas células quando existe glicose (provenientes de açúcares, de hidratos de carbono) no sangue através do processo de exocitose (digestão celular). E para haver digestão celular (exocitose) as células têm de comer para obter energia (glicose) através dos hidratos de carbono, açúcares! O processo de exocitose tem como função principal eliminar para fora da célula substâncias por ela produzida e resíduos da digestão intracelular, ou seja, fezes celulares! A falta de calorias e as substâncias inibidoras de açúcares (energia celular) e a falta de hidratos de carbono é que provocam a diabetes porque as células não conseguem produzir insulina (digestão celular) porque não têm comida, energia, açúcares, hidratos de carbono, glicose!

Os aminoácidos essenciais do corpo-humano (alfa amino-ácidos) são gerados com hidratos de carbono e necessitam de amoníaco e nitrogénio (amine group).

In biochemistry, amino acids which have the amine group attached to the (alpha-) carbon atom next to the carboxyl group have particular importance. They are known as 2-, alpha-, or α-amino acids (generic formula H2NCHRCOOH in most cases, where R is an organic substituent known as a “side chain”); often the term “amino acid” is used to refer specifically to these. They include the 22 proteinogenic (“protein-building”) amino acids, which combine into peptide chains (“polypeptides”) to form the building blocks of a vast array of proteins. These are all L-stereoisomers (“left-handed” isomers), although a few D-amino acids (“right-handed”) occur in bacterial envelopes, as a neuromodulator (D-serine), and in some antibiotics.

Outra mentira científica: “Humans can’t digest cellullose”, a celulose é maltose, é açúcar, é um composto orgânico e é uma das principais fontes de energia do corpo-humano, glucose! A celulose está presente em alimentos como arroz, aveia, cevada, coco, amendoim, leite, abacaxi, milho, linhaça, avelã, etc.

Outra fraude científica é a medição de calorias dos alimentos. Não é possível medir as calorias dos alimentos porque os alimentos não têm calorias nenhumas! É o corpo que produz essas calorias através da digestão dos alimentos (catabolismo, combustão, fermentação) e dos processos metabólicos! As calorias resultam da combustão desses alimentos (método usado para medir calorias alimentares) e são sempre diferentes de corpo para corpo porque o metabolismo é diferente em cada corpo e a combinação dos alimentos ingeridos vão gerar sempre níveis calóricos diferentes! Por isso não se pode medir as calorias para cada alimento individualmente porque além dos alimentos não terem calorias nenhumas (é o corpo que as gere) as calorias libertadas pela digestão individual desse alimento são diferentes de corpo para corpo porque é o metabolismo do corpo que produz as calorias e não o alimento em si que não tem calorias nenhumas, tem hidratos de carbono!

E além disso os alimentos misturados produzem diferentes níveis calóricos porque as pessoas não comem nem digerem um alimento de cada vez! Não se pode por isso medir individualmente as calorias para cada alimento e com base nessa fraude definir, limitar e racionar os alimentos para cada corpo somando as calorias individuais de cada alimento porque as calorias libertadas e o metabolismo é sempre diferente de corpo para corpo e depende de muitos factores e não apenas do alimento! E o mais importante que invalida toda essa fraude científica de medição de calorias alimentares, é que os alimentos não têm calorias, as calorias são geradas e libertadas pelo próprio corpo ao digerir e metabolizar os alimentos! É o corpo que produz essas calorias e para isso as células só precisam de energia, de glicose, que obtêm a partir dos sacarídeos, açúcares e sais minerais, ou seja, hidratos de carbono!

As mentiras do médico charlatão João Cerqueira do Scimerda! As calorias e a Nutrologia é uma das maiores fraudes que existe na Medicina!

A nutrologia é uma fraude porque os alimentos não têm calorias porque é o corpo que as produz e para isso o corpo só precisa de açúcares e sais minerais, hidratos de carbono! A medição de calorias alimentares é uma fraude científica que é a base da nova ordem mundial porque eles precisam de retirar as calorias e os sais minerais às pessoas para as ligar à máquina que necessita de zero calorias, corpos frios e sem energia, sem calorias, para a cibernização do corpo, a ligação das células à inteligência artificial e super-computadores através da smart grid e para isso precisam de retirar as calorias e os sais minerais para desligar as ressonâncias vibracionais dos corpos para os conseguirem possuir e controlar!

E reparem como eu tenho razão ao dizer aqui que o açúcar não engorda ninguém! O que engorda é a matéria orgânica acumulada (não degradada pelo catabolismo) e não o açúcar que aumenta os processos catabólicos (degradação molecular para libertação de energia para que possa haver troca energética!).

Os hidratos de carbono não engordam ninguém, o que engorda é a acumulação de energia que é provocada pela falta de catabolismo (falta de degradação molecular, falta de troca de energia) pela falta de glicose provocada pela falta de açúcares porque o corpo precisa de açúcares para digerir a matéria orgânica (catabolismo) com a fermentação e os processos metabólicos!

Por isso é que há pessoas que dizem que engordam mesmo não comendo porque o metabolismo dos alimentos ingeridos está parado o que faz com que não haja gasto nem ganho energético porque não há ingestão de alimentos, e em vez de metabolizar os alimentos o corpo vai usar a energia armazenada para se regenerar e repôr o seu equilíbrio dinâmico interno (homeostase), o que é bom para processos de tratamento e cura, por isso é que o jejum faz bem, mas tem de ser acompanhado de líquidos com sais minerais e açúcar, principalmente sódio e potássio para o potencial de acção celular [como fazem nos hospitais com soro que é sal e açúcar, é sódio e potássio para o corpo se curar e regenerar sozinho com repouso e potência celular] para manter o corpo com energia suficiente para se conseguir desintoxicar e regenerar. E há pessoas que mesmo comendo muito nunca engordam porque o catabolismo (degradação molecular, degradação da matéria ingerida) e anabolismo (produção molecular) está sempre a funcionar constantemente porque o corpo está sempre a comer, a gastar e a ganhar energia!

As calorias alimentares e a medição de calorias dos alimentos é uma fraude científica porque os alimentos não têm calorias, todo o alimento é frio por natureza e só aquece quando é aquecido e quando é ingerido passando pelos processos metabólicos (catabolismo).

This system relies on having measured heats of combustion of a wide range of isolated proteins, fats and carbohydrates. It also depends on data from digestibility studies, where individual foods have been substituted for basal diets in order to measure the apparent digestibility coefficients for those foods. This approach is based on the assumption that there are no interactions between foods in a mixture in the intestine, and from a practical view point, such studies with humans are difficult to control with the required accuracy.source

Sobre a importância do sal para prevenção, tratamento e cura deste ataque biológico com nanopartículas (COVID-19-SARS-CoV-2), ler o seguinte que é muito importante:

This phenomenon is also seen when excess salt is added to the gold solution. The surface charge of the gold nanoparticle becomes neutral, causing nanoparticles to aggregate. As a result, the solution color changes from red to blue. To minimize aggregation, the versatile surface chemistry of gold nanoparticles allows them to be coated with polymers, small molecules, and biological recognition molecules (proteína animal ou fibras sintéticas). This surface modification enables gold nanoparticles to be used extensively in chemical, biological, engineering, and medical applications. Typical properties of gold nanoparticles are presented in Table 1. – fonte